quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Os 25 ponto chaves do nazismo



Que o nazismo, e a  Eugenia, foi um dos maiores erros da (des)humanidade, não há nenhuma dúvida, mas os estudiosos nunca chegaram a um consenso sobre as verdades do nazismo. Essa falta de consenso pode ser perigosa, principalmente se uma nova crise mundial quebrar toda a economia, como ocorreu na década de 20, do século XX.

Eu, particularmente, sempre achei que Hitler era um grande maluco. Na minha opinião, havia um grupo que dava suporte administrativo ao ditador nazista.

Programa do NSDAPO Programa do Partido Nacional Socialista Alemão dos Trabalhadores (NSDAP) pode ser resumido em 25 pontos-chaves:

1."Nós pedimos a constituição de uma Grande Alemanha, que reúna todos os alemães, baseados no direito dos povos a disporem de si mesmos.

2.Pedimos igualdade de direitos para o Povo Alemão em relação às outras nações e a revogação do Tratado de Versalhes e do Tratado de Saint Germain.

3.Pedimos terras e colônias para nutrir o nosso povo e reabsorver a nossa população.

4.Só os cidadãos gozam de direitos cívicos. Para ser cidadão, é necessário ser de sangue alemão. A confissão religiosa pouco importa. Nenhum judeu, porém, pode ser cidadão.

5.Os não cidadãos só podem viver na Alemanha como hóspedes, e terão de submeter-se à legislação sobre os estrangeiros.

6.O direito de fixar a orientação e as leis do Estado é reservado unicamente aos cidadãos. Por isso pedimos que todas as funções públicas, seja qual for a sua natureza, não possam ser exercidas senão por cidadãos. Nós combatemos a prática parlamentar, origem da corrupção, de atribuição de lugares por relações de Partido sem importar o caráter ou a capacidade.

7.Pedimos que o Estado se comprometa a proporcionar meios de vida a todos os cidadãos. Se o país não puder alimentar toda a população, os não cidadãos devem ser expulsos do Reich.

8.É necessário impedir novas imigrações de não-alemães. Pedimos que todos os não-alemães estabelecidos no Reich depois de 2 de Agosto de 1914, sejam imediatamente obrigados a deixar o Reich.

9.Todos os cidadãos têm os mesmos direitos e os mesmos deveres.

10.O primeiro dever do cidadão é trabalhar, física ou intelectualmente. A atividade do indivíduo não deve prejudicar os interesses do coletivo, mas integrar-se dentro desta e para bem de todos. É por isso que pedimos:

11.A supressão do rendimento dos ociosos e dos que levam uma vida fácil, a supressão da escravidão do juro.

12.Considerando os enormes sacrifícios de vidas e de dinheiro que qualquer guerra exige do povo, o enriquecimento pessoal com a guerra deve ser estigmatizado como um crime contra o povo. Pedimos por isso o confisco de todos os lucros de guerra, sem exceção.

13.Pedimos a nacionalização de todas as empresas que atualmente pertencem a trusts.

14.Pedimos uma participação nos lucros das grandes empresas.

15.Pedimos um aumento substancial das pensões de reforma.

16.Pedimos a criação e proteção de uma classe média sã, a entrega imediata das grandes lojas à administração comunal e o seu aluguel aos pequenos comerciantes a baixo preço. Deve ser dado prioridade aos pequenos comerciantes e industriais nos fornecimentos ao Estado, aos Länder ou aos municípios.

17.Pedimos uma reforma agrária adaptada às nossas necessidades nacionais, a promulgação de uma lei que permite a expropriação, sem indemnização, de terrenos para fins de utilidade pública – a supressão de impostos sobre os terrenos e a extinção da especulação fundiária.

18.Pedimos uma luta sem tréguas contra todos os que, pelas suas atividades, prejudicam o interesse nacional. Criminosos de direito comum, traficantes, agiotas, etc., devem ser punidos com a pena de morte, sem consideração de credo religioso ou raça.

19.Pedimos que o Direito romano seja substituído por um direito público alemão, pois o primeiro é servidor de uma concepção materialista do mundo.

20.A extensão da nossa infra-estrutura escolar deve permitir a todos os Alemães bem dotados e trabalhadores o acesso a uma educação superior, e através dela os lugares de direção. Os programas de todos os estabelecimentos de ensino devem ser adaptados às necessidades da vida prática. O espírito nacional deve ser incutido na escola a partir da idade da razão. Pedimos que o Estado suporte os encargos da instituição superior dos filhos excepcionalmente dotados de pais pobres, qualquer que seja a sua profissão ou classe social

21.O Estado deve preocupar-se por melhorar a saúde pública mediante a proteção da mãe e dos filhos, a introdução de meios idôneos para desenvolver as aptidões físicas pela obrigação legal de praticar desporto e ginástica, e mediante um apoio poderoso a todas as associações que tenham por objetivo a educação física da juventude.

22.Pedimos a supressão do exército de mercenários e a criação de um exército nacional.

23.Pedimos a luta pela lei contra a mentira política consciente e a sua propagação por meio da Imprensa. Para que se torne possível a criação de uma imprensa alemã, pedimos que:

1.Todos os diretores e colaboradores de jornais em língua alemã sejam cidadãos alemães.

2.A difusão dos jornais não-alemães seja submetida a autorização expressa. Estes jornais não podem ser impressos em língua alemã.

3.Seja proibida por lei qualquer participação financeira ou de qualquer influência de não-alemães em jornais alemães. Pedimos que qualquer infração estas medidas seja sancionada com o encerramento das empresas de impressão culpadas, bem como pela expulsão imediata para fora do Reich os não-alemães responsáveis. Os jornais que forem contra o interesse público devem ser proibidos. Pedimos que se combata peã lei um ensino literário e artístico gerador da desagregação da nossa vida nacional; e o encerramento das organizações que contrariem as medidas anteriores.

24.Pedimos a liberdade no seio do Estado para todas as confissões religiosas, na medida em que não ponham em perigo a existência do Estado ou não ofendam o sentimento moral da raça germânica. O Partido, como tal, defende o ponto de vista de um cristianismo positivo, sem todavia se ligar a uma confissão precisa. Combate o espírito judaico-materialista no interior e no exterior e está convencido de que a restauração duradoura do nosso povo não pode conseguir-se senão partindo do interior e com base no princípio: o interesse geral sobrepõe-se ao interesse particular.

25.Para levar tudo isso a bom termo, pedimos a criação de um poder central forte, a autoridade absoluta do gabinete político sobre a totalidade do Reich e as suas organizações, a criação de câmaras profissionais e de organismos municipais encarregados da realização dos diferentes Länder, de leis e bases promulgadas pelo Reich.

Os dirigentes do Partido prometem envidar todos os seus esforços para a realização dos pontos antes enumerados, sacrificando, se for preciso, a sua própria vida.

Munique, 24 de Fevereiro de 1920".

Fonte: Wikipedia+nazismo

36 comentários:

Luiz Scalercio disse...

cara belissimo post
gostei muito mas
não gosto nazismo
quem gosta disso tem que morrer tds.
um abraço.

Jânio disse...

Olá Luiz:

Eu diria que o nome de Hitler é quase tão temido quanto diabo.

Eu sempre evitei esse nome, mas sempre quis saber o porque de um país como a Alemanha, sucumbir diante de tal ideologia.

Para aceitar um maluco diabólico desse, seria preciso um argumento muito forte. Esses princípios mostravam essa argumentação duvidosa, populista e interesseira.

ABS

Anônimo disse...

se tais principios fossem seguidos no brasil nao teriamos tanta corrupçao e malandragem.

Anônimo disse...

Boa noite,
Tudo isso é uma questão de ponto de vista. Quero dizer, Hitler fez atrocidades, matou milhões de pessoas inocentes e sem dúvida nenhuma não devemos aceitar algo assim, PORÉM, alguém parou para analisar as reivindicações? Salvo o item que não aceita cidadãos que não sejam de sangue alemão, todos os outros são mais que válidos. E digo mais: Se o Brasil adotasse uma postura mais nacionalista, ensinasse o povo a amar a pátria, limpasse o quadro de paspalhos que nos representam no plenário e deixasse de "ficar de quatro" pra certos países, seríamos um país muito melhor. E aí sim, finalmente eu teria ORGULHO de dizer que sou brasileira.

Agregador Toneladas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

O pessoal teme o nazismo porque as vezes não estudou a fundo esse assunto e acredita em alguns exageros que a midia fala, tá que eles fizeram muita cagada mas...

"se tais principios fossem seguidos no brasil nao teriamos tanta corrupçao e malandragem"(1)

E Mais todos os regimes comunistas mataram mais de 100 milhões de pessoas e ninguem fala nada e já me deram a desculpa de que o nazismo matava por preconceito e o comunismo por politica, então se eu quiser matar milhões e botar a culpa na politica nada vai acontecer né???

Alberto disse...

Para entender o nazismo vc precisa ver alem do nazismo e ver o momento historico.
A Alemanha saiu na pior da primeira guerra mundial, com seu territorio dividido, e com sua soberania diminuida por paises como a Inglaterra e França.
Um sentimento de dor e vergonha, com odio e revolta era tudo que o povo alemão tinha. Sem orgulho sem dinheiro e vendo judeus enrriquecendo em seu territorio. se nao fosse Adolf Hitler seria outro alemão. Mais certamente o povo seguiria a qualquer um disposto a dar o que o povo queria, vingança e um futuro de glorias. tudo que o nazismo prometeu e infelizmente conseguiu cumprir parcialmente.

Alberto disse...

Para entender o nazismo vc precisa ver alem do nazismo e ver o momento historico.
A Alemanha saiu na pior da primeira guerra mundial, com seu territorio dividido, e com sua soberania diminuida por paises como a Inglaterra e França.
Um sentimento de dor e vergonha, com odio e revolta era tudo que o povo alemão tinha. Sem orgulho sem dinheiro e vendo judeus enrriquecendo em seu territorio. se nao fosse Adolf Hitler seria outro alemão. Mais certamente o povo seguiria a qualquer um disposto a dar o que o povo queria, vingança e um futuro de glorias. tudo que o nazismo prometeu e infelizmente conseguiu cumprir parcialmente.
de modo algum de maneira nehuma to defendendo o nazismo. só to tentando explicar um pouco da situação que o pais estava

Anônimo disse...

Para o último anonimo que escreveu.

Porque culpar outros paises pela merda que nos fazemos? é tao mais facil culpar alguem do que assumir?O Brasil deixou de ser colonia ha mais de 150 anos e somos uma republica há 122 anos e nao conseguimos crescer não por influencia do exterior mas porque nao conseguimos colocar no poder presidentes com compromisso com o Brasil e nao com o seu partido ou uma classe social especifica, a unica coisa que podemos culpar os estrangeiros seria a ditadura militar mas ela já acabou ha algum tempo, 26 anos.Se olharmos para a Coreia do Sul veremos como a situaçao brasileria poderia ser diferente.ASSUMA RESPONSABILIDADES!!!!!!!

Tsunami disse...

Otimo Post

Divulgue os seu Blog no Tsunami de Links e receba um Tsunami de visitas.

http://tsunamidelinks.blogspot.com/

Anônimo disse...

A maioria das reivindicações feitas fazem todo o sentido. A parte que fala sobre religião e etnia não tenho muito a comentar, simplesmente não concordo. Mas a parte que diz que cidadãos são somente alemães "puro sangue" faz sentido, pois valoriza mais os alemães do que os estrangeiros, o que é certo, pois valorizar mais pessoas de outros países do que o próprio povo não tem sentido nenhum. Se o brasil adotasse uma postura parecida, e parece de valorizar mais os "gringos" do que os brasileiros teríamos um país melhor.

Anônimo disse...

Besteira. A maior parte da historia é negada, os dados são inconclusivos, as milhões de pessoas não são confirmadas, na maior parte é pura propaganda de quem dita historia (EUA e seus "aliados"), procurem a verdade, não fiquem com ideias formadas do que não conhecem, a historia não fala sobre os acordos de paz, a cultura enriquecida, a compaixão com soldados de nações inimigas, o massacre e tortura contra os alemães em campos inimigos, a historia só é para os "vencedores", só escrevem o que lhes é conveniente, eo povo segue, sem questionar...
O proprio Brasil era a favor da Alemanha, mas mudou de time por causa de geladeiras e televisores...
E voces ao criticarem se tornam os mesmos, se não piores. Cuidado...

Katy disse...

Sempre é preciso lembrar que quem ganha a guerra sempre conta a hiistória. Lembrem-se que em todas as guerras pessoas morrem. Lembrem-se que por muitos anos Hollywood explorou histórias dos velho oeste fazendo com que os nativos americanos parecessem monstros sem consciência hoje sabe-se que os ingleses é que matavam, roubavam e estupravam esses tão mal falados nativos americanos. Lembrem-se de que tanto hoje como na época uma grande fatia da imprensa internacional d época era composta por judeus.

Quem puder, ou quiser, leia um pouco sobre o julgamento de Nüremberg, preste atenção nas controversias, como judeus contando como é uma câmara de gás por dentro, vendo as pessoas morrendo e contando a história de fora. Depois vejam o que é assassinato em massa lembrando de Hiroshima e Nagasaki, eu nunca vi ninguém chamando os americanos de assassinos e causador de um Holocausto, mas até hoje eles continuam a travar gurras infundadas que matam milhões de pessoas, principalmente muçulmanos. Não é isso um tipo de limpeza étnica?

Por fim, mas não menos importante, para provar que mesmo à época os americanos já eram terroristas, pesquisem sobre o ataque a Dresden, efetuado após o Dia "D" que marca o fim da guerra com a queda do Reich, foi um ataque a uma "cidade hospital" onde estavam mulheres, crianças, velhos, alejados.
ISSO É HOLOCAUSTO, OS VERDADEIROS TERRORISTAS SÃO OS NORTE-AMERICANOS, E ELES CONTINUAM AGINDO DO MESMO MODO SEM REPRESÁLIAS.

P.S. Eu ñ sou à favor da Eugenia nem do Nazismo. Eu sou à favor da VERDADE. Eu ainda espero ver a História corrigida e os americanos culpados por todas as suas atrocidades.
Desculpem a empolgação.

Anônimo disse...

Não gosto de nazismo muito menos de hitler mas temos que admitir uma coisa a alemanha que antigamente era um pais currupto e pobre com hitler no governo em poucos anos se tornou uma superpotencia mundial poucos presidentes e governos conseguiriam fazer isso.
P.S:Não estou simpatizando o nazismo apenas falando o que o governo de hitler conseguiu fazer com a alemanha alem de destruila depois é claro :P

Anônimo disse...

''Salvo o item que não aceita cidadãos que não sejam de sangue alemão''
então vc quer dizer que concorda com a imigração de árabes que existe hj em dia?que nem ao menos alemão sabem falar em alguns bairros de berlim!

Zoorope disse...

Cambada de cegos e hipocritas. Tá, se isso ai for verdade, o que faz alguém mesmo que seja alemão acreditar que isso ai seria cumprido a regra. No brasil nao fez se nenhum genocidio comparado ao de hilter " pelo menos nesse seculo nao" e ainda é "um pais democratico" e nem por isso se cumpre as leis que estao ai pra ajudar o povo. O que faz esse time de "pensadore" aqui imaginar que isso seria cumprido na pratica? O povo alemao -nao todos- era simpatizante de hitler "o psicopata" os generais de hilter eram psico-sociopatas, as crianças eram psicopatas, o povinho racista que vive no sul do Brasil, descendentes de alemaes "pelo menos é o que dizem" sao mais racistas do que os proprios alemaes". o que faz pensar que o que esta escrito seria praticado quando até os cachorros que por sinal adoravam devorar uma criancinha de 3 aninhos que sai correndo da fila do gaz, praticariam essas 25 utopias ai?

Anônimo disse...

Ao Anônimo que não concorda com a imigração de árabes:
Imagine que você mora em um lugar onde não há perspectiva de crescimento. Ao mesmo tempo há um outro lugar com muitas oportunidades, próspero e etc. Você se muda para esse paraíso, e começa por baixo, vira faxineiro faz o trabalho sujo que ninguém quer fazer, e com o SEU ESFORÇO, SUA DIGNIDADE e HONESTIDADE vai conquistando espaço e reconhecimento. De repente vem alguém, e tira tudo o que você conseguiu e só porque você não tem sangue nativo. Você realmente acha isso certo?

Anônimo disse...

Jânio, Vou tentar te explicar mais ou menos o que aconteceu com o povo alemão... o porquê do nazismo ter conseguido se expandir.

Laaa atras, antes da primeira guerra mundial, ocorreu uma guerra chamada Guerra Franco-Prussiana, que envolveu a França e a Prússia(que depois de algumas tretas e mudanças territoriais viria a gerar a Alemanha).

Enfim, a Prússia venceu a guerra, tomou as regiões de Alsácia-Lorena da França e obrigou os franceses a assinarem tratados prejudiciais, o que despertou o que alguns livros chamam de "revanchismo" nos franceses.

Mais tarde, ao fim da primeira guerra mundial, esse revanchismo veio à tona. Apesar do então presidente Woodrow Wilson dos Estados Unidos defender uma "paz sem vencedores", o ódio francês falou mais alto e ,aliado à cobiça imperialista de algumas potências europeias, acabou gerando pesadíssimas sanções à Alemanha - que havia perdido a guerra - nos acordos assinados.

Nesse contexto, eclodia também a famosa crise de 1929 de superprodução e subconsumo, o primeiro grande colapso colapso do capitalismo. Junto com as dívidas e obrigações do pós primeira guerra, a crise destruiu a economia alemã.Lembrando que o governo alemão era então capitalista(República de Weimar)

A população, que muito sofria, via duas alternativas: o socialismo e o que chamarei aqui de "nacionalismo".

Ocorre, porém, que a esquerda alemã(os socialistas) estava dividida entre vários partidos, enquanto o único representante do tal "nacionalismo" era o partido nazista.

Nas eleições, se valendo do enfraquecimento notório do partido da situação e da falta de coesão socialista, o partido nazista acabou sendo eleito.

Uma vez no poder, não foi difícil implantar campanhas de tom nacionalista e belicoso com sucesso, tendo em vista o sofrimento pelo qual passava a alemanha, com a economia arruinada.

Além disso, vale lembrar que o revanchismo mudara de lado: desde o Tratado de Versalhes(1ª Guerra) os alemães nutriam um certo desejo de recuperar a "honra" frente aos franceses....


Espero ter ajudado !!


OBS: Se alguem que tenha estudado historia mais a fundo vir algum erro no que falei, pode dizer sem problemas.. não li muito ainda sobre o assunto, portanto posso ter cometido algum equivoco.

Anônimo disse...

Eugenia era comum na epoca em todos os paises, assim nada mais que seguir a tendencia.
Nacao = um povo, uma ideologia, um territorio.
Em Berlim não existem árabes, existem turcos. E eles não estão ali por nada, eles foram convidados para reconstruir a Alemanha. duas gerações nasceram ali e não tem direitos, nãp são turcos e não são alemães...

Anônimo disse...

Cheio de neonazistas cretinos defendendo um ponto de vista intolerante.
Uma vez esses cretinos se reuniram para participar de um evento na Europa. Foram para lá todos bem felizes. Quando chegaram la foram "convidados" a voltarem pro Brasil, já que não eram bem vindos, povo mistura de raças.
Ou seja, se phoderam.

Anônimo disse...

Katy e Alberto estao de parabens, seus comentarios tem um bom rigor, de alguem que entende.

Luiz Scalercio:"não gosto nazismo
quem gosta disso tem que morrer tds."

Pare e pense no que voce disse, nao vou dizer nada, simplismente deixarei que voce veja a hipocrisia apresentada no seu post

Anônimo disse...

Isso depende muito do ponto de vista.
Sao leis que ajudam o pais, para quem vive e principalmente nasce nele, o embasamento do nazismo eh esse criar uma raca ariana e com igualdade a todos, Hitler era um idealizador e um lider tatico perfeito soh que era louco, usava suas proprias frustracoes para fazer o mal a muitas pessoas que nao tinha culpa, nao gostei do jeito como Hitler levou o nazismo, a ponto de derramar sangue, mas temos que concordar que a idealizacao como leis favorecendo o pais e quem vive nele eh perfeita.

Se o Brasil tivesse 10% desses 25 pontos do texto ja seriamos uma nacao em expansao faz anos, em todos os pontos educacao, saude, etc. Com tantas riquezas minerais, territoriais e o capital que nos temos podiamos ja ter se desvinculado de outros paises, como EUA que sempre aproveitou dessa situacao corrupta e de um povo praticamente cego, surdo e principalmente mudo para ser o que eh hoje....
Ja que pra eles nossa floresta, que patrimonio temos e nao damos valor, faz parte do mundo e todos podem explorar, precisamos rever leis e seria bom se seguissemos algumas dessas regras, todo mundo esta julgando Hitler e o texto nao fala sobre isso, fala como eles pensavam na nacao em primeiro lugar, isso se chama patriotismo que muitos nao conhecem e nao praticam....bom esse eh meu ponto de vista cada um tem direito a sua opiniao

Anônimo disse...

Hoje sabemos que é melhor ter religião do que não ter (É um fator de determinação é união muito eficaz). É não adianta falar mal de Hitler, apenas lembre que o poder sobe a cabeça (de qualquer um descuidado) "sejam humildes" é respeitem os 10 madamentos. Se querem ariscar usem sua vida não a dos outros.

Anônimo disse...

Rpz, simplismente igual ao PT!

Anônimo disse...

Zoorope, você pelo menos se deu a trabalho de ler todas as reivindicações?

Meter o pau na política TODO MUNDO SABE. O que ninguém tem coragem é de fazer algo para mudar a realidade. Cabe ao povo fiscalizar e cobrar o MÍNIMO de honestidade. O povo tem o representante que merece, quero dizer, a maioria vence, não é isso? Ou seja, graças a essa massa de ignorantes nosso país é uma vergonha. Se deixássemos de ficar fazendo passeata pra gay, pra jesus, pro diabo que for e prestássemos mais atenção nos governantes, seria muito diferente.

[o povinho racista que vive no sul do Brasil, descendentes de alemaes "pelo menos é o que dizem" sao mais racistas do que os proprios alemaes]
Meu amigo, sem o Sul e o Sudeste esse país QUEBRA. Entendeu? E outra, não é RACISMO, é querer preservar as tradições. Tenha mais respeito ao falar do Sul.

Ivo disse...

Sempre acreditei que Hitler e a Alemanha foram usados para permitir a criaçao do estado de Israel.Quem teria coragem de negar isto depois da guerra ?Coitadinhos dos judeus.
Israel foi o grande vencedor,ja que ganhou um territorio.As lideranças judaicas nunca tiveram problemas em sacrificar alguns dos seus em beneficio da sua fe.Se nao acredita nisso,e so ler o livro do Exodo e ver quantos irmaos Moises mandou matar ao fio da espada quando desceu do monte sinai.

Laura disse...

"Meu amigo Zoorope, sem o Sul e o Sudeste esse país QUEBRA. Entendeu? E outra, não é RACISMO, é querer preservar as tradições. Tenha mais respeito ao falar do Sul."
disse tudo!

Anônimo disse...

Se "louco" você quer dizer um homem que lutou contra o Comunismo, Imperialismo e Judaísmo, sim ele era louco.
Uma coisa é você ouvir histórinha de americano, russos e judeus, outra é ouvir história dos alemães.

Agora vamos todos apoiar o comunismo. 100 milhões mortos pelos comunismo? Que nada, os nazistas já devem ter matado um bilhão, não é?
Vamos apoiar o judaísmo. Judeus roubando terras, controlando a mídia e matando quem sabe a verdade sobre os judeus? É nada, os judeus são bonzinhos, os malvados são os cristãos.
Vamos todos gritar à favor do imperialismo. Estados Unidos matando por causa de petróleo? Os nazistas matavam até quem já tava morto.

É, né.

Anônimo disse...

Sejamos sábios.
Se existe algo que poderia ter interferido em tudo isso, seria Deus e se não o fez, é porque somos mesmo os responsáveis por tudo que nos rodeia.Deus não lava suas mãos, mas nos dá através da reencarnação o direito a nos perdoarmos pelas nossas "sabedorias". Quem é oque neste planeta? Vcs nem sabem de onde vêm, não sabem porque existem e nem se preparam para onde sim ou sim irão. Vcs riscam o planeta com linhas imaginárias e matam..saem matando por isso. Isso é insano,coisa de quem fumou um baseado do tamanho de um B-52.Quem vcs pensam que são pra acharem que determinada parte da Terra pertence a este ou aquele grupo de ínfimos seres que, se comparados a idade deste planeta, ainda estão no útero do verdadeiro porque de uma existência. Nem sequer despertaram e já estão achando que são isso ou aquilo. Acham que podem destruir o planeta, aquecê-lo, rssss, uma leve gota da força da natureza que, age e sempre agiu sim ou sim desde mesmo quando voces ainda nem pensavam poder fazer cocô aqui, lança e segue lançando gazes os mais variados e lá vem o PODEROSO SER , assumir essa força, kkkkk. É cômico ver vcs querendo destruir a voces mesmos e ainda tentando buscar dizer quem tem razão. rs

Jânio disse...

O melhor de toda essa polêmica, é que a argumentação é boa de ambos os lados, eu nem interferi para não estragar a discussão.

Devemos olhar para o futuro e nunca repetir o passado, já que nos consideramos tão "inteligentes". O problema é que a crise do capitalismo nos mostra uma dura realidade, a de que os donos do poder se utilizam de qualquer sistema e sua única ideologia é controlar para obter lucro.

Manipulando para obter lucro, corremos o risco de voltar a Idade Média, muitos até já acham que voltamos para esse período, mas um pouco mais preparado, pelo menos enquanto não censurarem a internet, porque sem informação estaremos mesmo na época das trevas.

ABS

Everton disse...

Jânio

Creio que as propostas do NSDAP se propagam com facilidade no território alemão na década de 1930, devido as paupérrimas condições de vida dos alemães no pós guerra.
Em particular, acho que há, apenas, um defeito na proposta nazista, que é o antissemitismo, pois se pensar nos ideais nacionais socialistas do NSDAP, não são tão diferentes da proposta de Getúlio Vargas durante o Estado Novo. Um Estado forte e controlador de riquezas, provedor de emprego e desenvolvimentista.
Não se esqueça que Hitler era considerado um "Pai dos pobres" assim como Vargas.
Portanto acredito que se deve tomar alguns cuidados ao se empregar os termos "manipulador" e "populista", pois estes são termos cunhados pela direita política com sentido pejorativo, afinal de contas não se pode conceituar diacrônicamente Getúlio Vargas, Adolf Hitler, Lula, Hugo Chavéz, dentre outros que são denominados líderes populista e manipuladores.

PS: se você pudesse mencionar suas referências bibliográficas em comentário, pois tenho interesse no estudo do nazismo.
Abraço

Jânio disse...

Olá Everton:

O nacionalismo sempre existiu e sempre vai existir, não é mesmo? A desgraça começa quando um grupo de extremistas malditos começam a meter os pés pelas mãos, promovendo, entre outras besteira, o racismo.

Você lembrou muito bem de Getúlio Vargas, ele tinha muita simpatia pelo jovem Adolf Hitler e só não aderiu ao "eixo do mal" porque os americanos deram um presente vip para ele, a usina de Volta Redonda.

Se há nacionalismo em todos os países, o socialismo, por outro lado não é tão unânime assim, apesar disso, os países ricos tem muito medo dessa combinação perigosa, já que os capitalistas são os maiores manipuladores do mundo. É por esse medo estúpido dos capitalistas e do fundamentalismo dos socialistas e de outras culturas, que estamos à beira de um breakout econômico, ou seja, não temos nenhuma alternativa viável para o capitalismo.

Resta saber o que será dos infernos fiscais, onde está a maioria das riquezas do mundo inteiro.

o link que me pediu:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Nazismo



ABS

Anônimo disse...

tem ou não tem ali boas coisas ?

Jânio disse...

Os americanos iriam gostar muito, principalmente a Ku Klux Klan, Clube de Bilderberg, Skull & Bones, etc.

Alemanha nem vai precisar mais disso, conquistaram a Europa com a Globalização.

ABS

william haddad disse...

muito boa doutrina para se criar robôs......

Jânio disse...



Olá Willian:

Nacionalismo + socialismo = Nazismo: é uma combinação perigosa, não é mesmo?

Quem caminha com as massas e acredita em "opinião pública" é zumbi, só que ainda não sabe.

ABS