segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Sentindo seus pensamentos




A telepatia apresenta um conceito de natureza obscura que não é aceito pela maioria dos cientistas. Além da questão científica, outros fatores interferem nos resultados dessas pesquisas.

Além da simples transferência de pensamentos, onde supostamente uma pessoa teria a capacidade de ler os pensamentos de outro indivíduo, o conceito de telepatia acabou sendo relacionado a outros fenômenos, como a premonição, por exemplo.

Eu vejo a ideia de associar a premonição à telepatia, como uma forma de ajudar a explicá-la.

O conceito segundo a Wikipédia, também merece ser analisado:

Wikipedia: "Telepatia (do grego, tele, "distância"; e patheia, "sentir ou sentimento") é definida na parapsicologia como a habilidade de adquirir informação acerca dos pensamentos, sentimentos ou atividades de outra pessoa, sem o uso de ferramentas tais como a linguagem verbal, corporal, de sinais ou a escrita."

Como podemos notar no texto da Wikipedia, o verbo sentir liga o conceito de telepatia à premonição.

Eu imagino que a telepatia seja um fenômeno raro, e talvez seja por isso que é tão difícil de ser explicada.

Qualquer pessoa que conheça bem a Bíblia, tem uma ideia clara sobre o assunto, mas é aqui também que a discussão se torna mais polêmica.

Eu costumo declarar que toda ficção é baseada na realidade e quem lê a Bíblia sabe do que eu estou falando. Entre os judeus era muito comum pessoas com a mente superdesenvolvida, não é à toa que Hitler os odiava, a maioria das instituições não governamentais alemãs eram dirigidas por um judeu.

Imaginando que existam pessoas telepatas, essas pessoas não teriam muitas opções de vida, além disso, seriam uma ameaça aos poderes constituídos e ao controle das massas. A pessoa teria de optar por ser um/uma homem/mulher de Deus, ou seria considerada uma pessoa do mal ou bruxo(a), sua responsabilidade e as perseguições sofridas, transformariam essa benção em uma maldição.

Seria mais conveniente ocultar tais habilidades.

Há muitos fenômenos não explicados pela ciência, inclusive de telepatia. Alguns são mais frequentes e por isso chamam mais a atenção, como são os casos de gêmeos idênticos, onde um sente o que o outro sente.

A sensação de estar sendo observado(a), ou pensar em alguém antes de receber um telefonema, carta ou visita dessa pessoa, pode ser apenas coincidência, mas até as coincidências tem limites.

Segundo relatos de supostos telepatas, o fenômeno é mais comum durante o sono e, nesse caso, voltamos à velha questão da superconsciência. Quando uma pessoa sonha com determinado bicho e arrisca a sorte no dia seguinte, quando sonha com a tragédia ou felicidade de outras pessoas e se esses fatos se realizam, avaliam-se as probabilidades disso acontecer e os resultados são surpreendentes.

Apesar da telepatia ser aparentemente um fenômeno raro, não há quem não saiba como ocorre esse fenômeno.

X-Men é um grupo de jovens superdotados e estranhos, seres que assustam as pessoas e que carregam o peso da responsabilidade de seus poderes. Os X-Men são controlados pelo mais poderoso entre eles, aquele que organiza e mantém o grupo, possuindo muitos poderes, entre eles a telepatia.

Scanners é um outro grupo que chamou muito atenção no cinema, um grupo de pessoas mutantes que não controlam seus poderes, poderes que forçam a mente até explodir, literalmente.

Apesar desses filmes citados, fenômenos paranormais são tratados mais por filmes de terror, mostrando o terror que essas pessoas provocam na sociedade.

By Jânio



Postar um comentário