quinta-feira, 10 de novembro de 2011

O homem que venceu o tempo



Todo mês de Dezembro é considerado o mês de Natal, e é o comércio quem se preocupa mais, principalmente com os lucros que podem obter.

O verdadeiro significado do Natal vem do nascimento do menino Jesus, que teve uma vida difícil e morreu pelos seus ideais.

Apesar de toda a importância que se dá aos seus milagres, são as suas palavras e ensinamentos que transformaram o ocidente. Muitas pessoas abusam do conceito da fé, impondo as suas verdades e interpretações.

Os interesses imperialistas dificultaram o entendimento do evangelho, mas o nome de Cristo venceu o tempo. A história da humanidade ficou dividida assim em dois momentos, antes e depois de Cristo.

As palavras de Jesus Cristo constituem-se o momento máximo da sabedoria do povo de Israel, juntando a tradição ao revolucionário, a religião dos profetas e a sabedoria dos reis.

Jesus deixou claro a separação da religião  e da política, mesmo assim o povo estava com ele. Acontece que homens de reputação e com muita influência o imperialismo não tolera.

Depois da morte de Jesus, demorou muitos anos para que o Cristianismo dominasse Roma e conquistasse o mundo, atingindo regiões onde nem sequer o império conseguira atingir.

Antes mesmo que o cristianismo conquistasse o mundo, as palavras de Jesus pararam o tempo através das reflexões provocadas por elas.

Infelizmente, o sedentarismo moderno deixa pouco espaço para as religiões, e os nossos líderes políticos e sociais não tem ajudado em nada.

A boa notícia é que nem a Idade Média conseguiu apagar as antigas palavras, o que nos deixa a certeza de que essas palavras sobreviverão. O mundo continuará focado no dia em que o tempo parou... e  reiniciou novamente, depois de Cristo.

By Jânio
Postar um comentário