domingo, 7 de agosto de 2011

As melhores economias do mundo



O seleto grupo de economias confiáveis, sem déficits orçamentários, sob controle e taxas de juros mais baixos, não traz nenhuma surpresa. Estão sempre no topo do PIB per capta, ambiente de negócios e IDH, sem segredos para o sucesso.

Esses países não são a prova de problemas sociais, há casos que eu considero isolados, mas suas normas econômicas são rígidas e tem funcionado muito bem.

Eu considero a Argentina um ótimo país para viver, devido ao seu IDH, pelo menos para quem suporta o frio. Se não fosse o imperialismo brasileiro, a outrora rica nação argentina seria, nos dias de hoje, um país de primeiro mundo.

Quando Getúlio Vargas descobriu nossa deficiência educacional, buscou na Argentina a solução e criou a Fundação Getúlio Vargas, que tem uma tradição de ensino exemplar.

Veja algumas curiosidades das economias dos sonhos, e seus países maravilhosos:

01) Alemanha - Os europeus não gostaram do fato de todas as nações da zona do euro estarem falidas, enquanto a Alemanha escapava ilesa. É da Alemanha a mulher mais influente do mundo.

02) Austrália - Mostrada quase sempre como um país de caipiras, pelos filmes de Hollywood, tem atraído muitos brasileiros. É um país onde os ativistas levam muito a sério o que fazem.

As Olimpíadas mostraram duas formas de ver os brasileiros: Enquanto os atletas sofriam uma certa discriminação, sem conseguir ganhar medalhas de ouro, Adhemar Ferreira da Silva foi ovacionado pelo público.

03) Áustria - Foi o país que mais aprendeu com os erros do passado, com as guerras mundiais. Hoje, não é nem sombra daquela potência bélica.

04) Canadá - É um grande parceiro dos EUA, mas não cometeram os mesmos erros de patrocinarem guerras e nem tem dado tanta liberdade a grandes corporações imobiliárias, bancárias, especulativas.

05) Cingapura - Paraíso dos empresários, ótimo para fazer negócios, recebe muitas críticas internacionais, mas sem fundamentos, se levarmos em conta sua organização.

06) Dinamarca - Assim como os outros países da escandinávia, está localizada numa região sem muita desigualdade, isso a torna um país de futuro econômico promissor.

07) Finlândia - Um dos países que mais se beneficiou da indústria eletrônica, e que tem se mantido com muito potencial econômico.

08) França - Tem enfrentado muitos problemas e não chega nem perto do mar de calmaria dos países acima, mostra o poder de influência dos países ricos, como foi o caso dos EUA, mas que acabará mostrando a verdade nua e crua.

09) Grã-Bretanha - Segue o mesmo caminho da França, protegida da verdade sobre os seus problemas econômicos, mas cheia de escândalos. Não quis aderir ao mercado comum europeu, para não desagradar seu maior parceiro, EUA, no fim, viu ambos mergulharem em crise.

10) Holanda - Um dos países que mais desafiam os conceitos morais tradicionais, mostrando do que é capaz uma boa educação, um verdadeiro país do futuro.

11) Luxemburgo - Fica no centro do primeiro caso de mercado comum da história, BENELUX, junto com a própria Holanda e a Bélgica.

12) Noruega - Apesar do caso do psicopata que ficou conhecido no mundo inteiro, eu considero esse um caso isolado, forma com a Suécia, Dinamarca e Finlândia, a região de economia mais estável do mundo.

13) Suécia - Não deverá apresentar muitos problemas, mesmo se a crise européia se agravar. Essa é a vantagem de uma boa distribuição de renda e da atenção do governo com a questão estrutural.

14) Suíça - Outro país que tem para contar. Paraíso do dinheiro das máfias do mundo inteiro, é para lá que ia a maior parte do dinheiro roubado do Brasil.

Vamos entender bem: A Suíça é o paraíso do dinheiro dos mafiosos, mas eles preferem viver aqui, no Brasil.

Outros países com boa situação econômica:

Liechtenstein

Ilha de Man

Guernsey

Hong Kong

Bermuda

Nova Zelândia

By Jânio

A queda americana
Postar um comentário