terça-feira, 9 de outubro de 2012

Deus existe



Eu sempre consultava os amigos antes de aprontar alguma arte para valer, na minha infância eu ainda acreditava no sistema.

Se havia um lugar onde ninguém brincava, esse lugar era a igreja. A igreja era mais rígida que a escola e, além de ser excomungado, eu poderia deixar toda a família em má situação na sociedade.

A Primeira Comunhão seria também a minha primeira prova de fogo.

Eu poderia até ter me saído bem se, assim como em outros lugares, eu pudesse ficar em meu canto, calado.  

O problema é que a educação religiosa exigia a participação das crianças e, apesar da maioria ter se mantido em seu canto, eu era uma pessoa que não fugia de uma boa discussão.

Quando o padre disse para que todos fizessem suas perguntas,  eu acreditei realmente que poderia. Eu disse que começaria pelo básico: Sinal da cruz, padre nosso, etc., como estava tudo muito cordial, eu comecei a fazer algumas perguntas mais polêmicas.

"Livrai-nos Deus de nossos inimigos" - Quem são os nossos inimigos? Perguntei.

Para disfarçar, a freira que me conhecia bem, disse-me - Se você não sabe quem são seus inimigos, então é melhor deixar assim.

Um ano depois eu enviaria uma carta para o presidente da república, General Ernesto Geisel, denunciando o desvio de verbas na escola. Proibido de andar na principal rua da cidade, eu aprenderia na prática o conceito de inimizade.

Aquela carta, segundo a burguesia comerciante, teria acabado com a reputação comercial da cidade na região e isso era imperdoável. Apesar de ter apenas 10 anos, muita gente já queria a minha cabeça.

Eu ainda faria algumas perguntas provocantes para o padre, até a pergunta mais polêmica: Será que Deus existe, padre?

Esta é uma pergunta básica para um bom cristão, mas ninguém é louco de fazer e, alguns, nem gostam de responder.

O mais interessante é que essa pergunta eu não faria nem entre amigos, muito menos em família, mesmo assim, eu fiz para o padre. Eu confesso que eu aproveitei a distância, de onde eu poderia fugir rapidinho - eu jamais perguntaria, se eu estivesse próximo a ele.

O padre me olhou seriamente e disse - Por que você não faz essa pergunta para si mesmo?

 - Eu já fiz - respondi.

 - Então guarde a resposta para si mesmo e nos poupe dessas palavras.

Eu obedeci e permaneci em silêncio, até que o padre me chamou e questionou o motivo da pergunta.

 - Sabe, padre - expliquei - eu tenho lido o antigo testamento e, no antigo testamento, Nosso Criador proibia que as pessoas falassem o seu nome.  "Sou o que sou", essa era a frase com a qual ele se identificava - completei.

O nome Deus foi muito utilizado depois de os cristãos entrarem em contato com os romanos que, aliás, tinham muitos deuses e eu não tenho dúvidas que tiraram vantagens do novo testamento.

O próprio Jesus Cristo, Nosso Senhor, utilizou pouco a palavra Deus e, uma das mais memoráveis foi: "A César o que é de César e a Deus o que é de Deus."

Só essa frase já justificaria o uso do nome Deus, mas, aí, vem o problema da tradução do aramaico, latim e a adaptação para os costumes dos grandes imperadores - alguns foram verdadeiros cristãos.

Para distinguir Deus, o Todo poderoso, dos deuses míticos, Deus passou a ter do D maiúsculo, além de ser o único Deus adorado entre os cristãos.

Pelo menos uma religião foi criada tendo como principal propósito divulgar o nome verdadeiro de Deus, Testemunhas de Geová. Na igreja católica, o nome de Deus é Javéh, Yaweh, enquanto entre os islâmicos, o nome de Deus é Aláh.

Eu não sou linguista mas, entre Geová e Javéh, eu noto apenas uma diferença de pronúncia, sotaque.

Contudo, eu também não acho que descobrir o nome verdadeiro de Deus seja um propósito maior que viver as palavras dele e, apesar dele ter deixado cerimônias importantes, como a comunhão, ter uma vida digna é a sua maior vontade, se analisarmos a sua vida.

Hoje, eu não sou mais criança e não brigo mais para saber se Deus existe, apesar de estar sempre pronto para algumas perguntas provocativas, como um bom moleque de rua, politicamente incorreto, mas agora eu preciso de um bom motivo.

Será que Deus existe mesmo?

By Jânio

Verdades proibidas

Evolução da Bíblia

Pregadores da verdade

Milagres existem?

Inocente encrenca de Maomé


Duvidosa evolução de Darwin


19 comentários:

Renan disse...

Prefiro acreditar que não exista um criador do universo, porque esse "sistema" de vida em que vivemos é uma coisa absurdamente violenta e triste, claro que tem suas partes boas, mas só de pensar nas coisas horrendas que existem pelo mundo, como uma mãe perder seu filho ou vice-versa, se esse criador "inventou" isso, ele é um grande fdp. Se vc fosse um ser tão poderoso a ponto de criar um universo, concerteza faria melhor que isso. Não acredito em deus muito menos no deus q a biblia diz, pois sinceramente a biblia é um monte de besteira, se acha ao contrario tente dar uma lida, obviamente que é apenas um livro que foi escrito por outras razões, como controlar todos colocando merda na cabeça deles, dizendo ou faça isso ou ira para o inferno. ou apenas um livro de ficção.

Anônimo disse...

Nãosou uma pessoa de ir igrejas ou templos ou salão religiosos,se tem uma coisa que acredito muito é que Deus existe isto eu acredito,não é uma religião que vai fazer eu ser um cristão,a fé tá dentro de mim,eu acredito em Deus.

Jânio disse...

Olá Renan:

Não há dúvidas que você é um ateu convicto, nota-se pelos palavrões que você escreveu. Entretanto, é bom observar a quantidade de igrejas que estão em conflito apenas para entender o real significado das palavras da Bíblia.

Você pode não acreditar, mas a morte traz ensinamentos, pelo menos para os mais fortes porque os mais fracos dificilmente irão suportar uma dor tão forte.

As pessoas rezam pelos mortos, rezam para ir para o céu, mas não suportam a ideia de morrer. Como se isso não bastasse, algumas pessoas tem de confrontar a morte mil vezes, ou conviver com essa certeza, numa cama de hospital.

Eu, sinceramente, nunca soube dizer as últimas palavras, mas eu já disse isso e doeu muito aqui dentro.

ABS

Jânio disse...

Olá Anônimo:

Eu acredito em sua sinceridade. Se você suportou a dureza dessa pergunta, então você realmente acredita.

ABS

Anônimo disse...

jânio
Só ateu fala palavrão?
belo argumento.
Eu não vejo lógica em acreditar em um ser que deixa pessoas morrerem de fome na africa, por exemplo. Que mate um pai de familia de câncer.
A religião é a maneira mais eficiente de manipular ignorantes.
Acho importante debater essa questão.

SALGADINHOS JUNIOR disse...

É muito fácil culpar tudo de ruim que acontece no mundo em Deus, mas a própria Bíblia diz que temos o livre arbitrio. O engraçado é que muitas coisa lindas e maravilhosas que acontecem não são lembradas ou questionadas sobre a existência desse Deus maravilhoso. Uma prova da existência de Deus é você ou você acredita na história da evolução?

MARCELO SKEPTIC disse...

Eu faço uma pergunta diferente:

Perg.: - Papai Noel existe?

Resp.:

Perg.: - Alguém já viu Papai Noel?

Resp.:

adrianonascimento disse...

quando tiver uma doença incuravel....sua pergunta será respondida...

Anônimo disse...

Meu caro amigo, se Deus nao existisse nao imagina como seria este mundo, quantas coisas terríveis veríamos, além destas com as quais já convivemos. Se ainda dúvida da existência deste Deus que faz milagres, que é poderoso, peca a ele que mostre para ti o quanto Ele está presente em nossas vidas em todos os momentos. Quer milagre maior que o da vida? Você está vivo, por isso Deus está em você, mas nao negue Deus diantes dos homens. Eu tenho a certeza que sigo um Deus vivo.

Anônimo disse...

Respondendo a pergunta:
Não.

Por que?
As supostas provas que ele existe foram criadas pelo homem, e como todos sabem a maioria desses que criaram essas provas são mentirosos.

As igrejas são boas pra ganhar dinheiro, acredito que hoje não exista nenhuma religião que não queira ganhar dinheiro dos fieis, pode ser que dentro das igrejas tenha gente de bem, ingenua, inocente, mas por parte da igreja só tem os gananciosos.

Nós estamos sozinhos, tudo que acontece de bom ou ruim é culpa nossa.

Jânio disse...

Olá Anônimo 1:

O debate é muito interessante, sim.

Em primeiro lugar, eu gostaria de lembrar a todos que o termo "ateu" é genérico e está relacionado não só às pessoas que não acreditam em Deus, mas às pessoas que não acreditam no Diabo, assombração, fantasma, etc.

Entâo, a pergunta que eu faço para você é: Você acredita em Diabo, assombração ou fantasma?

A culpa da fome na África só será de Deus se você achar que Rockfeller e Hotschild são deuses. É, porque se tem culpado nessa história, são o Clube de Bilderbergue.

ABS

Jânio disse...

Olá Júnior:

A história da evolução é completamente absurda pois, além de ser uma teoria recente, é também pretensiosa.

Obrigado pela participação e opinião.

ABS

Jânio disse...

Olá Marcelo:

Eu tenho uma história muito interessante sobre o papai noel, mas vai ficar para os próximos posts.

ABS

Jânio disse...

Olá Adriano Nascimento:

Esse será um péssimo momento para se discutir esse assunto, mas agradeço a sua sugestão.

ABS

Jânio disse...

Olá Anônimo 2:

Então, eu faço a segunda pergunta:

Você acredita em lobisomem, assombração, fantasma, etc?

ABS

Jânio disse...

Olá Anônimo:

Parabéns pela sua argumentação e prova de fé, mas a pergunta é uma forma de saber quem crê e quem não crê.

Pessoas que creem podem se tornar ateus, assim como ateus podem se torar crentes, os únicos dissimulados são aqueles que fingem o tempo todo.

ABS

MARCELO SKEPTIC disse...

adrianonascimento, essa sua resposta é típica de "Crente" fanático... Normalmente são agressivos e não conseguem manter uma linha saudável de argumentação... inclusive você deveria desistir de ser crente, pois não tem perfil para tal.

* Relêia a sua resposta e reflita sobre o que você escreveu...

Coitados de vocês... Pessoas sem instrução básica, tentando ser alguma coisa através de lendas infantis... Fico até com pena!

Daffny Nayara disse...

É Obvio Que Deus Existe..Me Desculpe Quem Não Acredita' A Verdade É Que Ele Não Tem Culpa Das Besteiras Que O Povo Tá Fazendo.. E Tudo Que Está Acontecendo Já Tinha Sido Citado Na Sagrada Escritura...Não Falem Mal Do Que Vocês Não Conhecem' Eu Já Tive Experiências Reais Com Deus, E Posso Afirmar Com Toda A Convicção Que Ele Existe. Mais Para Se Provar Do Amor De Cristo, Tem Que Ter Fé' E Os Milagres Que Acontecem Constantemente? Vocês Só Veem Os Problemas, Mais Eu Quero Lhes Dizer: Deus Não Prometeu Que Seria Fácil..Existe Um Maligno Tentando As Nossas Vidas. Mais Deus Disse: "No Mundo Tereis Aflições, Mais Tende Bom Ânimo, Eu Venci; e Vós Vencereis Também."

Jânio disse...

Olá parceira:

Fico feliz que tenha passado por esses momentos tão especiais, e agradeço pela participação.

ABS