segunda-feira, 25 de abril de 2011

Ranking dos países com mais liberdade na rede





Liberte teu povo que também estarás livre - Libertas Quae Sera Tamen - essa poderia ser a conclusão de uma pesquisa, realizada pela ONG Freedon House. Analisando ironicamente a relação acima, eu poderia perguntar: Quem pagou pela pesquisa? - a própria lista responde.

Essa ironia naturalmente foi por ver o Brasil bem colocado, entre os países com maior liberdade e segurança do mundo da internet. Não podemos nos esquecer que a banda larga do Brasil é uma das mais caras e ineficientes do primeiro mundo, mas nós não somos do primeiro mundo, portanto, seria um ponto de vista da classe média alta.

O que acontece é que a internet já está atingindo um número considerável de pessoas, bem abaixo da média dos países de primeiro mundo, é verdade, mas ainda estamos vendo mais a quantidade e menos a qualidade.


Felizmente o Brasil é muito comunicativo, assim, toda a informação que cai na rede é logo repassada para quem não tem acesso. As lan houses desempenham um papel muito importante nesse caso.

Tudo ia muito bem, até os políticos descobrirem que a informação é democrática. Quanto mais internautas em um determinado país, mais democrático ele se torna.

Outra questão importante: Se o Brasil é disparado um dos países com mais hackers, quais as informações que eles tem? Quem estaria seguro?

Assim, os políticos corruptos começaram a se organizar, criando projetos de leis para barrar a nossa liberdade. Um corrupto conhecido teve a iniciativa, e o projeto tem encontrado problemas.

Se o principal partido de oposição, PSDB, quer diminuir nossa liberdade na rede, fora dela é o PT que articula projetos para censurar a imprensa.

Na lista acima, também poderemos notar que nos países onde a internet representa mais ameaça ao poder, sua liberdade é mais vigiada.

Entre os maiores problemas na rede, destacam-se os ciberataques, censura política e controle governamental, dificuldade de acesso, limitação de conteúdo, violação de privacidade e até a proibição de blogs e sites pessoais, como é o caso da China.

Nos Estados Unidos a liberdade é total, mas a indústria da morte e da escravidão continua muito produtiva made in export, tudo em nome do imperialismo. Os melhores sistemas de controle de usuários no Oriente Médio, são criados nos EUA.

O México é destaque nessa pesquisa, onde as autoridades mexicanas estariam violando a privacidade, censurando conteúdos, além da infraestrutura precária.

Apesar do Brasil aparecer no topo da lista, em oitavo do ranking, nós não estamos satisfeitos, será que somos muito exigentes? - Talvez - O fato é que isso tem pesado na decisão da censura à internet, proposta pelos corruptos brasileiros.

Ainda bem.

Texto relacionado

Ranking dos países com mais internautas
Postar um comentário