domingo, 4 de setembro de 2011

Curiosidades sobre o beijo




O beijo é o toque, com os lábios, em qualquer coisa. Pode ser um gesto de afeição, romântico ou sexual e, nesse caso, várias partes do corpo poderão ser tocadas.

O beijo é um costume muito utilizado para cumprimentar alguém, quando se encontra ou ao se despedir dessa pessoa.

O beijo é para o coração, como a água e o ar são para a vida, uma necessidade de carinho ou desejo, uma manifestação de afeição.

Um beijo pode ser discreto, como num cumprimento, ou ser ousado, como numa relação sexual e, nesse caso, pode haver o toque de língua e a relação pode ficar muito mais natural, quase irracional.

O beijo mais comum, depois do beijo de mãe, é o beijo entre namorados, onde duas pessoas inclinam suas cabeças para lados opostos e tocam-se com os lábios.

Os jovens despertam para o desejo de se beijarem cada vez mais cedo, devido aos meios de comunicação. Enquanto o carinho é considerado normal em crianças, o beijo de língua preocupa os pais, pelo seu caráter sexual e pelas consequências típicas de vida adulta.

Não há necessidade de preocupação com o beijo, por parte de jovens namorados. O beijo flui naturalmente, como num diálogo ou numa expressão qualquer.

Há muitas variações de um beijo comum, mas há vários tipos de beijo que são notados na medida em que a pessoa cresce.

Um beijo na foto de uma pessoa distante, ou o envio de um beijo com a mão direita ou esquerda, podem ser tanto um simples gesto de carinho, como pode ser uma tentativa de aproximação entre futuros amantes.

Um beijo bizarro que deu muito o que falar, foi o beijo do fantasma, em Ghost, do outro lado da vida. Nesse filme, o beijo foi utilizado para demonstrar o amor além da vida.

O beijo mais discreto é indicado para namorados que estão se conhecendo, onde os lábios apenas se tocam, diferente do beijo francês, onde há o toque das línguas, o que demonstra muita intimidade.

Beijo de tia é um beijo dado só com as bochechas, curiosamente não se utilizam os lábios. Dois beijinhos no rosto, é muito comum entre os jovens, mas três beijinhos pode significar um pedido de namoro, portanto, cuidado com o número de beijinhos que você costuma dar no rosto das pessoas, aliás, o beijo no rosto é o tipo de beijo mais discreto, desde que a pessoa não ultrapasse dois beijinhos.

O beijo é tão antigo quanto o homem. Os primeiros registros da cultura humana, mostram também os primeiros registros de beijos, cerca de 2.500 anos antes de Cristo.

Na Suméria, os beijos eram enviados aos deuses, enquanto entre gregos e romanos, o beijo entre guerreiros era muito comum.

Os nobres mais influentes beijavam-se na face, na antiguidade, enquanto os nobres menos importantes beijavam as mãos dos mais influentes. Súditos só podiam beijá-los nos pés.

Na Escócia, o padre beijava os lábios da noiva no final da cerimônia. Durante a festa, a noiva era beijada por todos os convidados, em troca de doações para os recém casados.

No século XV, na França, os nobres tinham o direito de beijar qualquer mulher na boca. Na Itália, beijar uma donzela na boca, obrigava uma pessoa a se casar com ela.

O beijo, em latim, significa toque dos lábios. Bei (beiços), ju (juntos), essa é por minha conta :).

Beijar o anel da alta hierarquia da igreja católica é sinal de reverência.

D. João VI introduziu no Brasil a cerimônia do beija-mão, onde as pessoas beijavam a mão do imperador, antes de fazer um pedido.

Como podemos ver, beijo também é cultura, mas é preciso um certo conhecimento antes de sair beijando as pessoas por aí.

O significado do beijo varia muito, de região para região, tempo, idade, classe social, etc.

By Jânio

Postar um comentário