quarta-feira, 5 de julho de 2017

PMDB - O maior inimigo da Rede Globo



A debandada de corruptos sendo soltos pela nova elite do judiciário brasileiro chamou a atenção do mundo inteiro, até a Rede Globo perdeu a pose golpista. Como num passe, aqueles que já são considerados os maiores bandidos da história política do país foram soltos. Aécio conseguiu a maior façanha até agora, voltou ao senado, deixando os raríssimos políticos honestos, se é que há algum, desanimados e, ao mesmo tempo, reacendeu a certeza da impunidade  no país e a esperança nos corruptos de que ninguém mais será preso.

Não dá para negar que  a democracia elitista voltou a reinar, por aqueles que foram eleitos pela população mal informada de um sistema político, judiciário e midiático,completamente insustentável. 

O sistema é corrupto e deixa bem claro que é preciso financiamento corporativo para formar seus políticos corruptos favoritos, o financiamento de campanhas políticas  por empresas é permitido, mas é preciso que seja declarado, ou seja, caixa dois é crime sim, apesar dos corruptos afirmarem que não, foi assim que a Rede Globo e o PSDB enviou mais de um trilhão para o exterior com a ajuda da República de Curitiba. Quando o financiamento privado não vem, o financiamento público das empresas privadas, objetivando propinas, torna-se ainda mais escandaloso. Lembrando que o financiamento de uma campanha federal é caríssima e depende de financiamento. Cada político chaga a gastar dezenas ou até centenas de milhões numa única campanha, dinheiro que jamais será recuperado pelo seus salários, apesar de serem milionários, acima de cem mil mensais.

Michel Temer não pensou muito para mudar toda a elite do judiciário, mostrando como é fácil fazer política com a ajuda da justiça de direita. Eu já dissera que o PMDB é muito mais forte que a Globo, eu estava certo, a Globo subestimou   a influência do PMDB em relação aos outros partidos, principalmente o PSDB que muita  gente parece esquecer que surgiu do próprio PMDB. Lembrando que Temer e Calheiros sempre se suportaram em nome da tal unidade do partido, mas fica claro que Temer parece uma marionete nas mãos de grupos obscuros da elite que cobiçam o poder e utilizam o PMDB para fazer a parte suja para que eles consigam chegar ao poder, em 2.018. totalmente inocentes em relação as reformas.



A primeira grande derrota da Rede Globo e seus asseclas foi contra Renan, Renan é um dos fundadores do PMDB e do PSDB e sempre manteve uma relação forte com a cúpula desses partidos, foi por isso que escapou até agora. A maioria dos golpistas concordou com a lava-jato até a destruição dos partidos da esquerda, principalmente do PT, mas quando a investigação chegou no PMDB, a ficha caiu. Primeiro foi Renan que demonstrou sua influência em relação ao judiciário e ao próprio PSDB e outros aliados do governo, quem começa a fazer isso agora é Michel Temer, trocando toda a cúpula do judiciário, polícia e até a liderança de Calheiros será substituída. O único vestígio de toda a sujeira dos últimos anos está nos vídeos publicados na internet.

Como eu disse, a preferência da Globo é um governo militar com a volta do monopólio midiático, o plano B, naturalmente, seria o governo extremista do PSDB, como já fizeram com FHC. Naquele tempo, o PMDB fez toda a parte suja, antes que o PSDB de FHC assumisse com um salário mínimo de 60 dólares.

O início do golpe começou aproveitando uma estratégia de 1.964, utilizaram um movimento que ganhou muita força, MPL, que foi acompanhado por uma sequência de denúncias promovidas pela Globo e judiciário, foi aí que o Movimento do Passe Livre, MPL, saiu de cena e foi ocupado pelos oportunistas do MBL. Junto ao MBL, foram formados vários grupos patrocinados pela direita, mídia, judiciário, magnatas e bangueiros. Os efeitos colaterais que foram controlados em outros escândalos, como o mensalão e Carlinhos Cachoeira, mas que deixaram sequelas.

Utilizando a estratégia de teoria de conspiração, foram denunciados vários escândalos que sempre passavam para o anonimato quando atingia o PSDB. As sequelas foram as gravíssimas denúncias arquivadas contra Aécio Neves e que acabaram sendo desengavetadas e consequentemente arquivadas novamente, escândalo de Furnas, queda do helicóptero e a delação dos irmãos Batista, acompanhada de gravações e operação da PF. 

A conspiração da JBS, dona da Friboi, começou com a investigação de fiscais do governo e, consequentemente, quebra de sigilos telefônicos, bancários, etc. Se isso fosse aplicado no escândalo do Banestado, até a Globo teria os sigilos quebrados e consequentemente todos seriam presos, ou não. E eu digo "ou não" porque eu dava como certo a investigação contra a Globo nos escândalos da FIFA e CBF, processo que já estava praticamente acabado mas que acabou seguindo para os EUA, já que a Globo é um grupo encarregado de controlar o sistema político sul americano para os EUA. 

Michel Temer era informante da CIA, mas apenas na área política, já que a espionagem telefônica americana já sabia de tudo o que se passa no sul do equador, assim como no norte, leste, oeste...

O que deu errado?

Foram vários os fatores que levaram ao fim do poder da lava-jato e consequentemente a decadência da República de Curitiba:

01 - Morte de Teori

A morte de Teori deveria acabar com os ânimos dos adeptos da lava-jato, mas isso não ocorreu. Entretanto, isso inspirou Temer a indicar Alexandre de Moraes para o STF, diminuindo a possibilidade de possíveis condenações por parte do judiciário. O problema é que o  diretor da PF parecia seguir diretrizes do judiciário tucano, complicando a vida de Temer, seria preciso um ministro da justiça forte para controlar a PF.

02 - O levante do STF

Fachin parecia decidido a seguir os passos de Teori, o que indicava que Temer e seus ministros teriam poucas chances, foi aí que o PSDB foi atingido na cabeça. Aécio Neves, presidente do partido, foi entregue pelos irmãos batista em gravação e delação, com furo exclusivo do Globo. É impressionante como a Globo não utilizou nenhuma revista ou jornal para vazar tais informações, nem as autoridades mais importantes do país tiveram acesso as tais informações em primeira mão. Assim como nos tempos de Moro, Janot precisava encerrar seu mandato na procuradoria geral com chave de ouro, e a Globo teria a única chance de finalmente completar o seu golpe, derrubando Temer. Foi aí que Gilmar Mendes, juiz de porta de delegacia, famoso por soltar os maiores corruptos do país da cadeia e quase prender o então delegado da PF, Protógenes Pereira que foi afastado e hoje está no exílio,na Suíça, entrar em favor de Temer. Gilmar parece que fez Fachin lembrar de Teori e isso foi suficiente para que muita coisa estranha começasse a acontecer, como a soltura de Rocha Loures, flagrado pela PF recebendo uma mala com propina e que deveria ser um problema para Temer que já estava com a vida enrolada. Lembrando que prisão de Rocha Loures havia ocorrido depois que Michel trocou seu ministro que parecia não estar disposto a arriscar sua pele por ele. Acontece que o tal ministro paranaense, Serraglio, não aceitou outra pasta e reassumiu sua vaga de deputado, deixando Rocha Loures nas mãos da PF. Foi um erro de estratégia terrível do extremismo de Temer, com medo de ser preso. Seu medo só diminuiu quando Gilmar Mendes resolveu mostrar para os companheiros do Supremo com quem eles estão mexendo.

03 - O fim de Sérgio Moro

Apesar de ter começado toda essa "operação mãos limpas", mas com características de Revolução Francesa, não fazia ideia dos objetivos da justiça tucana. Quase destruiu o PT, atrás de Lula, e esse foi o confronto mais esperado da recente história política brasileira.  os coxinhas foram ao delírio, toda a mídia foi mobilizada e o país parou. Os petistas ameaçaram invadir Curitiba e cumpriram, os coxinhas já estavam desamparados pelos golpistas de Temer  e justiça tucana. E pareceu-me que o MBL é muito forte utilizando influência alheia, MPL, mas em Curitiba os galos viraram galinha. O depoimento inicial de Moro, dizendo que Lula não poderia ser preso e que seria um depoimento normal, desmentiu a mídia, os fofoqueiros de internet  e fez Lula crescer mesmo com alguns bolas foras durante o depoimento. A popularidade de Lula cresceu tanto que desistiram de fazer pesquisa. 

04 - A popularidade de Lula 

Todos os cientistas políticos são unânimes em afirmar que os tucanos erraram na estratégia,  e a culpa foi a influência de Aécio Neves que se tornou presidente do partido e não aceitava a derrota para a presidente Dilma. Não aceitar o resultado das urnas foi um grande erro pois são 54 milhões de pessoas acompanhando as decisões da elite eleita por eles. Dilma foi destituída dois anos antes do fim de seu mandato e os golpistas teriam esses dois anos para acabar com todas as conquistas sociais, muito populares e que eles deveriam saber que não seria fácil de concluir com um presidente sem apoio popular como Temer. Eu diria que os golpistas superestimaram a paciência, o conformismo do povo que ganhava 60 dólares mensais e passou a canhar 300 dólares, sem incluir todos os projetos sociais e infraestrutura na saúde, educação e na Polícia Federal. As ideias de Temer assustou o povo e continuará assustando até que haja uma nova eleição em 2.018, e a popularidade de Lula tende a aumentar, principalmente quando ele relembrar dos projetos sociais promovidos pelo PT e aliados.

05 - Ataque a democracia

O povo é quase unânime em afirmar que só uma eleição direta traria a paz no país, mas a burocracia insiste em afirmar que isso é quase impossível em um período de tempo tão curto. Mesmo que isso fosse possível, a justiça tucana e os coxinhas sabem que a popularidade de Lula está muito alta para arriscarem uma eleição direta. A eleição indireta objetivando as reformas, sepulta de vez as aspirações dos tucanos para as próximas eleições, por outro lado, oferecem a chance de Lula voltar nos braços do povo. 

06 - A lógica brasileira

Pessoalmente, e eu vejo como anarquista que sou, mais de quinhentos anos de história do Brasil  em que nada deu certo, toda a nossa história é uma farsa e nossos heróis  são vilões, pior, essas mentiras são contadas nas escolas que tem medo de perder a história que não tem, somos obrigados a desfilar no dia sete de setembro, uma data que forja um farsa descarada de fatos de nosso passado obscuro. Em meio ao caos que se instaurou pelas mentiras e interesses que não se sustentou e que trouxe toda a força de um sistema elitizado e corrupto de volta, a única esperança seria fazer a coisa certa, ou seja, aceitar a derrota e o fato de que o PMDB ainda é mais forte que a Globo e que o STF, STJ, TSE, PGR e PF, estão nas mãos de Temer, e, portanto, o melhor seria lutar contra as suas reformas e pensar nas próximas eleições que, se tudo continuar nesse caminho, será o fim dos grandes partidos e uma mudança completa dos políticos que aí estão, o que não quer dizer que os novos serão melhores, já que temos mais de quinhentos anos de absolutamente nada senão nossa falsa história. Vamos rezar?

By Jânio

STF autoriza volta de Aécio ao Senado

PMDB será o relator da denúncia  contra Temer



Postar um comentário