quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Cracker mais procurado pelo FBI




O Federal Bureal of Investigation dos EUA (FBI) publicou em seu site uma lista com os dez criminosos cibernéticos mais perigosos. A lista é encabeçada por um jovem cidadão russo de 26 anos, chamado Alexei Belan.

Junto ao seu perfil, o FBI oferece uma recompensa de 100.000 dólares por informações que ajudem a pegar este "hacker" russo.

Segundo o FBI, Betan, que também tem cidadania da Letônia, no período entre janeiro de 2.012 e abril de 2.013, hackeou as redes de computadores de três grandes lojas de internet, localizadas nos estados de Nevada e Califórnia.

O pirata virtual é suspeito de haver roubado um grande banco de dados que continha informações de milhões de usuários, assim como seus dados pessoais, incluindo senhas. Depois de apoderar-se  do banco de dados, o invasor armazenou em seus servidores e passou a buscar receptadores.

Nos EUA, os tribunais emitiram duas ordens de de prisão contra ele, a primeira foi foi emitida em 12 de setembro de 2.012, em Nevada, a segunda foi emitida em 6 de junho deste ano, na Califórnia. Segundo o FBI, neste momento, o hacker, que também é conhecido pelo apelido de "Abyr Valgov", "Abyrvaig", "Fedyunya", "Maggie", "M4G" e "Moy Yawik", poderia estar na Rússia, Grécia, Letônia, Maldivas ou Tailândia.

Fonte: RT-TV

Sophia hacker group aterroriza a internet

Email brasileiro anti-espionagem

Artigos hackers


Postar um comentário