domingo, 23 de setembro de 2012

Chefe de polícia paraguaio recusa-se a obedecer ordem de desapropriação



Um Chefe da polícia paraguaia recusou-se a obedecer uma ordem de despejo de famílias indígenas, em uma fazenda particular, argumentando que "eles são nossos irmãos".

A atuação do comissário de polícia de Alto Paraná, Serafin Nunes,  ocorreu depois que mais de 150 ocupantes dessas terras mostrarem-se dispostos a resistir a qualquer tentativa de retirá-los do local.

Uma empresa privada alegou ser dona da fazenda e solicitou a desapropriação, entretanto, Nunez disse que vidas humanas não poderiam ser recuperadas: "Eles são nossos irmãos indígenas e são protegidos por lei internacional".

Comentário: É notável como o socialismo tem ganhado força no hemisfério sul americano, até o Paraguai que foi vítima de um golpe, recentemente, está de volta com movimentos de resistência.

Antes de dar um golpe de estado, normalmente as forças políticas solicitam apoio internacional e, assim, começa uma disputa dentro e fora de um país. Pior para o povo que está sempre alheio ao que se passa nos bastidores e dos interesses locais.

Agora foi a vez da Argentina se mobilizar em busca de investidores estrangeiros, optando pelos socialistas que apavoram os capitalistas mas que parecem ter mais dinheiro em caixa.

Todos nós sabemos que o socialismo não é igual em todo o mundo, sabemos também que nos poucos casos em que o socialismo deu certo, BRICS, os resultados não foram assim tão satisfatórios.

... entretanto, quem foi que disse que devemos seguir um sistema?

Fonte: RT-TV

Postar um comentário