quinta-feira, 5 de abril de 2012

Mudança de sexo na música



Os compositores não tem tanto reconhecimento no Brasil, estão longe da badalação e do dinheiro. Os próprios cantores só ficam ricos se tiverem um bom empresário.

Alguns casos que eu considero muito interessantes, relacionados aos compositores, é a sua capacidade de expressar o sentimento do sexo oposto. Os escritores são especialistas em criar personagens sob essa condição, pena que ninguém pare para analisar esse lado.

Arnaldo Batista é um grande compositor, cantor, rebelde, etc. Sua composição para Rita Lee é uma obra-prima e Rita Lee se apresenta  como o louco nessa música.

Balada do Louco

Dizem que sou louco por pensar assim
Se eu sou muito louco por eu ser feliz
Mas louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz

Se eles são bonitos, sou Alain Delon
Se eles são famosos, sou Napoleão
Mas louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz

Eu juro que é melhor
Não ser o normal
Se eu posso pensar que Deus sou eu

Se eles têm três carros, eu posso voar
Se eles rezam muito, eu já estou no ar
Mas louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz

Sim sou muito louco, não vou me curar
Já não sou o único que encontrou a paz
Mais louco é quem me diz
E não é feliz
Eu sou feliz

Outro cantor genial que criou uma obra-prima, travestido, foi o Renato Teixeira. Quando a talentosa cantora Joana pediu, ele atendeu na hora, criou uma música travestido de mulher que se tornou um grande clássico da MPB.

Recado (Meu namorado)

Mandei um recado
Pro meu namorado
Nos classificados
De um grande jornal
Pedindo pra ele
Que um dia apareça
Antes que eu m esqueça
E melhore
O astral

Refrão:
Meu namorado é um sujeito ocupado
Não manda notícias
Nem dá um sinal
Eu ando meio com medo
Que um dia ainda ache
A tristeza normal

Pensei num caminho
Que fosse seguro
Num bom casamento
Na vida do lar
Eu sou do subúrbio
E sei que o destino prá nós é bem simples
Não vai variar

Refrão

O tempo me dado
Pra andar nessa terra
É um tempo de guerra
Um tempo cruel
Até os amores
São tão mal cuidados
Que acabam virando
Uma coisa banal

Refrão

 Andança foi gravada pelos Golden Boys e Beth Carvalho e fez muito sucesso com Os Originais do Samba, aquele que o Mussum era integrante. 
Mas a musica é do Danilo Caymmi com Paulinho Tapajós e Edmundo Souto
Cantada maravilhosamente pela  Elis Regina - SPEED

Andança

Vim, tanta areia andei
Da lua cheia eu sei
Uma saudade imensa...

Vagando em verso eu vim
Vestido de cetim
Na mão direita, rosas
Vou levar...

Olha a lua mansa...(me leva amor)
Se derramar
Ao luar descansa
Meu caminhar..(amor)
Meu olhar em festa...(me leva amor)
Se fez feliz
Lembrando a seresta
Que um dia eu fiz
(por onde for quero ser seu par)

Já me fiz a guerra...(me leva amor)
Por não saber
Que esta terra encerra
Meu bem-querer...(amor)
E jamais termina
Meu caminhar ...(me leva amor)
Só o amor me ensina
Onde vou chegar
(por onde for quero ser seu par)

Rodei de roda, andei
Dança da moda, eu sei
Cansei de ser sozinha...

Verso encantado, usei
Meu namorado é rei
Nas lendas do caminho
Onde andei..

No passo da estrada...(me leva amor)
Só faço andar
Tenho meu amor
Pra me acompanhar..(amor)
Vim de longe léguas
Cantando eu vim...(me leva amor)
Vou, não faço tréguas
Sou mesmo assim
(por onde for quero ser seu par)

Já me fiz a guerra...(me leva amor)
Por não saber
Que esta terra encerra...(amor)
Meu bem-querer
E jamais termina
Meu caminhar...(me leva amor)
Só o amor me ensina
Onde vou chegar
(por onde for quero ser par)

Essas três composições são apenas uma amostra curiosa de compositores que se deram muito bem compondo para o sexo oposto.

Postar um comentário