terça-feira, 1 de abril de 2014

Cinco teorias de viagem no tempo possíveis



A ideia de viagem no tempo sempre foi alvo de discussões, tanto no campo das ciências como na fantasia de escritores e cineastas. Estas são as teorias atuais de viagem através do tempo e as possibilidades de que isso possa ser realizado.

5º lugar. A Máquina do Tempo: O cilindro de Tipler

Esta teoria, desenvolvida pelo físico Frank J. Tipler em 1974, envolve um cilindro rotativo de alta densidade e comprimento infinito que giraria sobre seu eixo a uma velocidade próxima à da luz, criando uma força gravitacional extrema que permitiria regressar ao passado, já que atrairia a luz e todos os tipos de materiais em contato com ele em uma trajetória em forma de circuito fechado, que é conhecida como curva do tempo fechada que faz com que um objeto volte dentro do espaço-tempo para onde partiu, conforme publicado pela Agência de Inovação e Desenvolvimento.

4º lugar. Vácuo em forma de anel (Donut)

O cientista israelense Amos Ori acredita ter resolvido uma das maiores dificuldades em viagem no tempo, uma vez que sua teoria não requer matéria exótica e utiliza o vácuo que existe no espaço para viajar através do tempo. Sua máquina poderia ser construída por uma civilização mais avançada do que a nossa, dentro de 100 ou 200 anos.

A máquina de Ori se apoia nas teorias de Einstein para afirmar que o espaço pode se curvar até criar um campo de gravidade interna capaz de arrastá-lo para o espaço e tempo próximos. A matemática demonstra que cada período de tempo, desde que se crie esse campo de gravidade até o presente, encontra-se em seu interior e que a única coisa que falta é calcular como chegar a esse ponto.

3º lugar - A matéria exótica

Os físicos definem matéria exótica como a matéria que não atende a uma ou mais das leis da física convencional, como ter massa ou energia negativa. Os cientistas sugerem que Tachyons - partículas que viajam mais rápido que a velocidade da luz - não são capazes de interagir com a matéria ordinária. Mas o aparecimento da energia ou massa negativa provam a existência de matéria exótica. Tal evento pode distorcer o espaço-tempo e resultar em acontecimentos incríveis: o surgimento de túneis que ligam o universo, propulsores warp, que aceleram mais rápido do que a velocidade da luz e, portanto, a máquina do tempo.

2º lugar. Cordas cósmicas

Representam uma série de defeitos topológicos unidimensionais hipotéticos (espaciais) no tecido espaço-tempo  que são o resultado da formação do universo. Graças a eles, pode-se criar curvas de tempo fechadas que permitem viajar no tempo para o passado. Para construir uma máquina do tempo deste tipo é proposto usar as cordas cósmicas. Em teoria, a convergência de duas cordas entre si, com um buraco negro irá fornecer uma série de "curvas fechadas do tempo".  E, se calculado com precisão, o movimento de uma nave espacial como 'oito' em torno de duas cordas infinitamente longas, em teoria, seria possível mover-se para qualquer local.

1º lugar. Através de um buraco negro

Talvez o impacto mais surpreendente ao longo do tempo seja gerado por buracos negros, já que eles conseguem retardá-lo como nenhuma outra força conhecida. Em sua essência, eles são as máquinas do tempo naturais. E se a missão de sobrevôo de um buraco negro fosse comandada a partir da Terra, o tempo para completar uma órbita ao redor do buraco seria de 16 minutos, enquanto os corajosos a bordo da nave seriam expostos a uma redução, para metade do tempo decorrido, ou seja, apenas 8 minutos.

Fonte: RT-TV

Top dez filmes de viagem no tempo

Palinopsia transforma o cérebro em Matrix

A máquina do tempo

Postar um comentário