quarta-feira, 7 de agosto de 2013

A maldição de Superman





01 - George Reeves

George Reeves, pseudônimo de George Keefer Brewer (Woolstock, Iowa, 5 de janeiro de 1914 — 16 de junho de 1959) foi um ator estadunidense, famoso por interpretar o personagem Super-Homem numa telessérie nos anos 1950.

Sua data de nascimento foi registrada como 5 de abril de 1914, porque a sua real data natalícia (5 de janeiro de 1914) era menos de nove meses depois do casamento de seus pais.

Em 16 de junho de 1959, George Reeves foi encontrado morto com um tiro na cabeça em sua casa em Los Angeles. Com a morte, rumores surgiram com as hipóteses de que o ator teria sido assassinado ou cometido suicídio. A hipótese de suicídio baseava-se no fato de que o cancelamento da série As Aventuras do Super-Homem, em 1958, teria deixado-o deprimido por não conseguir outros trabalhos, haja vista que sua imagem estaria fortemente associada ao personagem. Já a hipótese de assassinato era em razão dos rumores de um relacionamento amoroso com a esposa de um chefão de estúdio.

A investigação da polícia chegou à conclusão de que o ator cometera suicídio. Porém, para os amigos do ator, a sua morte estava diretamente ligada ao romance que Reeves manteve, durante anos, com Toni Mannix, que era casada com E.J. Mannix, até então um dos executivos mais poderosos da Metro-Goldwyn-Mayer. A hipótese de assassinato nunca foi provada.

02 - Christopher D'Olier Reeve (Nova Iorque, 25 de setembro de 1952 — Mount Kisco, 10 de outubro de 2004) foi um ator e realizador de cinema norte-americano. Seu papel mais famoso foi como o Super-Homem, numa série de quatro filmes. Após sofrer um acidente a cavalo, passou a liderar uma campanha pela legalização de pesquisas com células-tronco. Faleceu de uma grave infecção, em virtude do seu estado de saúde.

Em 27 de maio de 1995, um acidente (queda de um cavalo) o tornou tetraplégico devido a fratura nas suas duas primeiras vértebras cervicais, o que acabou por lesionar a sua medula espinhal. Um ano depois, foi aclamado em pé na cerimônia do Oscar. A partir daí passou a lutar por pesquisas com células-tronco e criou a Christopher Reeve Paralysis Foundation, visando a melhorar a condição de vida de pessoas como ele, vítimas de algum tipo de paralisia. Em 27 de janeiro de 1996, foi condecorado com a Ordem Bernard O'Higgins, como reconhecimento à defesa pública que fez dos atores chilenos durante a ditadura de Pinochet. Em setembro de 2003, ganhou o Prêmio Lasker, conhecido como o Nobel estadunidense.

Morte

Morreu a 10 de outubro de 2004, vítima de um infarto causado por uma infecção. Era casado desde 11 de abril de 1992 com a atriz Dana Reeve, que conhecera a 30 de junho de 1987 em Williamstown. Dana, desde o acidente de Christopher, dedicou-se exclusivamente a cuidar do esposo, uma tarefa que se provou laboriosa devido à gravidade de sua condição médica.

Ela também veio a morrer, a 6 de março de 2006, vítima de um câncer pulmonar. Desta união nasceu um filho, Will. Christopher tinha mais dois filhos, Matthew e Alexandra, frutos de uma relação anterior de dez anos (1977-1987) com a modelo inglesa Gae Exton. Seu último filho, Will, foi adotado pelo ator Robin Williams, de quem Christopher foi sempre muito amigo. No início da carreira de ambos, Christopher fez mais sucesso e ajudou Robin, que após o acidente, começou a retribuir a antiga ajuda. Com a morte de Christopher e logo após a morte de Dana, Robin adotou Will e o criou como se fosse seu próprio filho.

"Eu não sou um deus. Eu sou um homem, um ator interpretando um deus. Dá um tempo!"

03 - Richard Pryor (1940 - 2005), que interpretou um vilão em Superman III , teve um caso com a co-estrela Margot Kidder, efetivamente acabando com seu casamento. Quando mais tarde foi diagnosticado com esclerose múltipla , ele pediu sua ex-mulher para voltar a ele, e ela cuidou dele até sua morte de ataque cardíaco.

A viúva de Pryor acredita na "maldição" e diz que se ela fosse um dos produtores do filme, ela iria contratar uma vodu para remover a "maldição".

04 - Marlon Brando

Marlon Brando (1924 - 2004), que interpretou o pai de Superman Jor-El em Superman: O Filme, teve uma vida familiar trágica. Ele sobreviveu a sua filha Cheyenne, que se suicidou, e seu filho Christian foi condenado a dez anos de prisão após se declarar culpado de homicídio voluntário. Isso não foi coincidência - Christian deu um tiro no amante de sua meia-irmã Cheyenne,  levando Cheyenne a se enforcar.

Mais tarde Brando  ficou obeso com problemas de fígado, câncer, insuficiência cardíaca e diabetes, e foi confinado a uma cadeira de rodas para o final. Ele morreu de  falha no pulmão causada por fibrose pulmonar.

05 - Lee Quigley

Lee Quigley (1976-1991) desempenhou o papel do bebê Kal-El, que foi enviado de Krypton para a Terra por seus pais no início de Superman - O Filme. Os pais de Lee  se separaram e ele passou a viver com seus avós em Londres. Infelizmente, como um adolescente, ele desenvolveu o vício de cheirar cola, e morreu por abuso de solvente  aos 14 anos.

06 - Lane Smith

Lane Smith, que interpretou o chefe do jornal, Perry White, na série de TV Lois & Clark: As Novas Aventuras do Superman, foi diagnosticado com ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), em abril de 2005 e morreu dois meses depois.

07 - Superman Returns

O filme de 2006, Superman Returns, não se saiu melhor no quesito sorte:

O produtor Rob Burnett foi atacado e assaltado por uma gangue de quatro homens que quebraram suas costelas e cegaram seu olho.

O Editor Adam Robitel lesionou sua coluna e teve um pulmão perfurado após cair de uma janela.

O cameraman Todd Stanley sofreu uma fratura no crânio e a perda da ponta de um dedo pequeno, quando caiu da escada.

08 - Margot Kidder interpretou Lois Lane no Superman de Christopher Reeve, quatro filmes. Em 1996, ela teve um colapso nervoso e desapareceu por vários dias. Quando foi encontrada, suas próteses estavam faltando, o cabelo tinha sido cortado com uma lâmina de barbear, e ela não tinha nenhuma lembrança desses dias. Ela denuncia as histórias da "maldição", na verdade, ela se considera sortuda por ter sobrevivido a tal experiência.

Margot diz que o que aconteceu é "apenas a vida" e coisas ruins acontecem a pessoas boas o tempo todo. Ela não está brincando quando diz que não acredita em "maldição" - quando lhe foi oferecido - e aceitou - o papel da Bridgette Crosby em Smallville, a popular série de televisão sobre o adolescente Clark Kent.

Fontes:

Wikipedia

BBC

Você pode gostar de:

Filmes baseados em games


Postar um comentário