sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Cidade mais antiga da Europa




Um povo pré-histórico descoberto no leste da Bulgária é, segundo os arqueólogos desse país, o assentamento urbano mais antigo da Europa, encontrado até hoje.

"Começamos as escavações em 2.005, mas só depois desta temporada arqueológica reunimos evidências suficientes para apoiar esta reivindicação", informou o professor do Instituto Nacional de Arqueologia da Bulgária, Vasil Nikolov  à agência AP.

Até agora, a equipe de arqueólogos desenterrou os restos de um assentamento de casas de dois andares, cercadas por muros de três metros de espessura e dez metros de altura.

Também encontraram uma série de poços, possivelmente empregadas para rituais e que, segundo análises de radiocarbono, seriam da idade do cobre (entre os anos de 4.700 e 4.200 antes de Cristo), ou seja, mais de um milênio antes do início da antiga civilização grega.

"Não estamos falando de uma cidade como as cidades-estados gregas, assentamentos da Roma antiga ou medieval, o que os arqueólogos descobriram constitui um povo do quinto milênio antes de Cristo", disse Nikolov.

Os arqueólogos acreditam que ali poderiam ter vivido pelo menos umas 350 pessoas que seguramente produziam sal a partir de depósitos de rochas.

Segundo Nikolov, o sal era precisamente uma das matérias primas mais preciosas da época, já que tinha o valor do petróleo, e era usada como moeda.

A Bulgária alberga numerosos depósitos de assentamentos neolíticos, idade do cobre ou branze, e restos de grandes centros urbanos helenístico, romano e bizantino.

Fonte: RT-TV

A tragédia de Pompéia

Civilização perdida de Atlântida

A lenda de Troia

Influências e tradições egípcias

Suástica - O símbolo obscuro do nazismo

Escrita cuneiforme

A profecia dos Incas


Postar um comentário