domingo, 25 de novembro de 2012

Torre de babel chinesa




Sempre me perguntam porque as listas virais sempre tem os top países ricos e nunca os top países pobres, a resposta não é tão simples e nem agradável de ser ouvida.

Acontece que tem mais países pobres que ricos, no mundo, tudo culpa da elitização promovida pelo capitalismo. Se antigamente tínhamos o G-7, mais tarde passou para G-7 +1, mas a chegada do Japão e Rússia era só o começo do fim do domínio dos donos do mundo.

Meio à contra gosto surgiu o G-20, mas o BRICS já tinham vida própria. Agora é o G-11, liderada pelo MIST.

Então, vamos as últimas notícias:

Enquanto o mais pobre dos ricos europeus, Grécia, agoniza, ameaçando fazer cortes na saúde - eles ainda não desceram no nível do Brasil, aqui, ao invés de cortar custos, eles aumentam, para poderem roubar mais - a China constrói o seu próprio porta aviões - eu ainda não sei porque, mas tenho medo até de pensar, pousando seu primeiro caça, com tecnologia Chinesa e russa.

Mas a notícia mais impressionante é o planejamento da construção do maior prédio do mundo, em tempo recorde, 90 dias - volto a perguntar: Quem serão os loucos que irão morar ali. rsrsrs

Falando sério: os chineses não estão brincando, não. Para provar que sua tecnologia é imbatível, irão construir nesses 90 dias, um prédio capaz de suportar um terremoto de até 9 graus. E aí? Ficamos satisfeitos agora?

O maior prédio do mundo, que já está sendo chamado de a nova "Torre de Babel", falará apenas uma língua, o mandarim,  língua oficial da china. E não é por falta de línguas, não, a China possui milhares de dialetos dentro de seu território gigantesco.

Com previsão de 838 metros de altura, para americano ver, os chineses devem ter desenvolvido a tecnologia, que eu acredito que seja japonesa - muito próximo a perfeição.

Números do edifício: O edifício que começará a ser construído em janeiro, terá:

838 metros de altura

220 andares

Alojará 17.400 pessoas

Terá um hotel

Terá um hospital

Várias escolas

Escritórios

O edifício ficará em Changsha

A construtora pretende construir cinco andares ao dia, utilizando a técnica de pré-fabricação. Os blocos do edifício serão construídos fora do local, para depois serem montados, ou encaixados na estrutura do prédio - é bom lembrarmos que se um prédio desse cai, a pena de morte é garantida. Haja eficiência, num lugar desse, os engenheiros que já estão em falta no Brasil, pediriam para morrer de medo.

O edifício deverá ultrapassar o arranha-céu de Dubai, que tem 828 metros,  construído em cinco anos.

A empresa já tem uma certa experiência pois já levantou um prédio de 30 andares em 15 dias. Nesse novo projeto, pretende empregar milhares de pessoas.

Postar um comentário