sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Solução para incompetência política




Alguns fatos que vem acontecendo no Brasil, tem chamado a minha atenção. Trata-se de um problema crônico brasileiro, a incompetência da gestão pública.

A gestão pública tem uma forma perversa de interpretar os problemas sociais que vão desde o "se não vai nos incomodar, deixe para lá", até o "quanto menos populista, melhor", que poderia ser traduzido para: "quanto menos gastarmos com o povo, mais dinheiro sobra para ser roubado".

Isso é muito cruel pois esses problemas tendem a aumentar, até se tornarem insustentáveis.

Nas ruas de São Paulo e das capitais pelo Brasil, em baixo das pontes e nos morros do Rio. É bom que se diga que esses são os problemas mais claros, há muito descaso pelo país afora.

O tal crescimento dos BRICS chegou ao fim, graças a esses transtornos da infra-estrutura, presente em todos os países desse bloco econômico.

Geraldo Alkmin deixou bem claro que a taxa de criminalidade diminuiu justamente quando houve a crise de segurança, gerada pelo PCC, e ele estava certo. A organização do crime fez com que os trombadinhas pensassem muito, antes de ficar assaltando velhinhas aposentadas.

Quem mora embaixo das pontes, não tem como reivindicar melhorias - na realidade, nem tem mais como reivindicar, rezam pelo milagre da sobrevivência.

A cracolândia estava incomodando, desvalorizando os imóveis mas expulsar os usuários de crack só piorou o problema. Os usuários ameaçaram se espalhar pela cidade, sem nenhuma noção do que estava acontecendo, sem medo do risco a que se expunham, sem tratamento adequado.

Expulsar sem tetos de um terreno de um famoso banqueiro que estava preso, acabou com a reputação do PSDB, e isso não foi bom, não, precisamos de oposição forte. O bipartidarismo não é o ideal, mas a ditadura pose ser ainda pior.

Alguns vereadores de Espírito Santo criaram uma lei proibindo passageiros em pé, nos ônibus, aí, lembraram-se que o problema dos passageiros em pé era provocado pelos impostos altos, mas poderia ser um problema do cartel do transporte, espalhado por todas as regiões metropolitanas do país.

As prisões frequentes de bombeiros no Rio, invasões de favelas pelas forças armadas, mostram como o Brasil resolve problemas de infra-estrutura. A tropa de elite chamou a atenção do exército norte-americano, especializado em guerrilha urbana no oriente-médio.

Levando-se em conta que o BRICS quase provou que tudo que é errado pode dar certo, parece que a PPP entrou em crise. A velha estratégia de usar a taxa de juros para manipular a economia, não está mais dando certo. Acontece que para melhorar a economia é  preciso aumentar a concorrência, diminuindo os impostos.

Para diminuir os impostos, há duas alternativas: cortar custos, abandonando o povo à própria sorte, ou prender os pilantras que fazem negociatas com dinheiro brasileiro, diretamente de suas contas secretas, nos infernos fiscais.

Adivinhe o que eles irão fazer?

By Jânio

Loteria da vida

Brasil é o rico mais pobre

Organização do crime

Políticos proíbem passageiros em pé

Revolução dos mendigos

Glória dos desgraçados

Solução para os problemas sociais

Sérgio Cabral manda prender os bombeiros

Polícia controla favelas do Rio
Postar um comentário