quarta-feira, 14 de setembro de 2011

A conspiração das minorias



A evolução da sociedade em rítmo acelerado, tem apresentado problemas modernos que fogem ao controle da conspiração das minorias.

Sabemos que a sociedade, como um todo, é formada por vários grupos e subgrupos, até que se chegue a uma única pessoa. Cada pessoa deverá exprimir sua vontade, fazendo com que sua classe social cresça e seja ouvida.

Há também uma minoria no topo da pirâmide social, e é essa minoria que conspira para que os vários grupos não possam articular uma sociedade justa.

Primeiro, eles pregam através das mídias, idéias de que não há grupos. Isso é importante para que as pessoas não se organizem e eles continuem no poder.

"O povo deve ser unido" - Você já ouviu esse discurso? - dizem eles. Enquanto isso, idéias tolas são veiculadas através de suas empresas, tvs, jornais, revistas e novelas.

A morte é apresentada o tempo todo, até que pareça normal. Até um caso de corrupção que poderia parecer um escândalo, passa a ser apenas mais um.

Quando as pessoas começam a se organizar, é importante que sejam desmotivadas, o poder do povo seria implacável com corruptos e incompetentes. Esse tem sido um desafio da elite há muito tempo.

Cada classe deve ter uma outra ou várias outras classes que possam impedir o seu progresso, de acordo com a vontade dos poderosos. Assim, a luta das mulheres é contida pelos machistas, os pobres são contidos pelos ricos, gls são contidos pelas idéias fundamentalistas e até as ORGS passam a ser de interesse dos capitalistas.

Cada vez que surge um grande líder, ele deve seguir o sistema elitista ou ser exterminado. Qualquer surgimento de movimentos isolados, são acompanhados de perto, ou eram, até o surgimento da internet.

A internet cara no Brasil é útil para conter idéias de direitos individuais e coletivos. Movimentos que surgem nas redes sociais também são perigosos para os poderosos.

A vontade de monopolizar as telecomunicações é muito grande.

Como eu costumo dizer, uma simples semente pode gerar muitos frutos e, no caso da internet, não há como conter esse avanço, milhões de sementes já foram plantadas.

O problema agora é termos muita atenção, pois o excesso de informações pode ser tão prejudicial quanto a falta delas, além disso, surgiu a necessidade de manipulação dessas informações, como tem alertado os especialistas em conspirações.

Não há mais alternativas, cada pessoa deverá pensar por si, tirar suas próprias conclusões e agir de acordo com seus princípios. A sociedade deverá passar para essas pessoas, conhecimentos necessárias para o seu desenvolvimento social, e não o governo e os poderosos.

Não parece irônico que no momento em que o país consegue o maior crescimento em investimentos privados na educação, o nível da educação caia, sendo que o ensino privado sempre foi o de melhor qualidade?

É claro que há políticos envolvidos nisso, a incompetência não é uma característica do setor privado, é um problema do setor público.

Eu reconheço que isso já seria motivo suficiente para que a OAB reprovasse uma grande parte dos bacharéis em direito, mas o número de reprovação foi ainda maior que o esperado, e isso chamou-me a atenção.

Em países de bom IDH como a Argentina, não há vestibulares, cada pessoa pode fazer a faculdade que desejar. No Brasil, em determinadas áreas é mais fácil ganhar na loteria que passar no vestibular.

A loteria, aliás, que é proibida para o setor privado, mas liberado para o setor público, é uma ótima forma de lavar dinheiro, assim como os bingos, por isso é natural que esteja no setor público.

Há algum tempo atrás,  os estudos sociais eram  formas  de descobrir as verdades do poder.

Acontece que a mente humana é programada e pouco criativa, por isso, basta um pequeno estudo na história da sociedade para sabermos como o sistema funciona e como estamos sendo enganados.

Até as citações de grandes líderes políticos, dão uma idéia de seu caráter.

By Jânio

Postar um comentário