quinta-feira, 16 de junho de 2016

Cai terceiro ministro de Temer em um mês



Henrique Eduardo Lyra Alves ocupou a presidência da  Câmara de Deputados do Brasil até 16 de abril de 2015, quando foi nomeado ministro do Turismo por Dilma Rousseff e durante a presidência interina de Michel Temer.
Embora não saibamos ainda os motivos de sua renúncia, o ministro havia sido acusado de receber $1.550.000 em subornos entre 2008 e 2014, relata o Estadão.
O titular, juntamente com o presidente interino Michel Temer, foram implicados na trama de corrupção por parte de Sergio Machado, um ex-executivo da Transpetro, subsidiária da empresa estatal de petróleo, Petrobrás.
Alves é o terceiro ministro do governo interino Temer que deixa o cargo depois do ministro  da transparência, supervisão e controle, Fabiano Silveira e do Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Romero Jucá.


Postar um comentário