terça-feira, 27 de maio de 2014

Xuxa está ultrapassada




"Quando Xuxa chegou para acompanhar a sessão, ao lado da ministra dos Diretos Humanos, Ideli Salvatti, o clima tenso na reunião já havia provocado interrupção dos trabalhos. Quando evangélicos cobravam do presidente em exercício, Luiz Couto (PT-PE), o encerramento da sessão, o deputado Pastor Eurico (PSB-PE) hostilizou a apresentadora e disse que sua presença era "um desrespeito às famílias do Brasil". "A conhecida Rainha dos Baixinhos, que no ano de 82 provocou a maior violência contra as crianças", disse, referindo-se ao filme "Amor Estranho Amor", daquele ano, em que Xuxa aparece numa cena de sexo com um adolescente de 12 anos."

Fonte: MSN/Estadão

Comentários:

O episódio constrangeu a bancada do PSB e levou o partido a retirar o pastor da Comissão que discutia a lei da palmada. Xuxa ironizou o deputado mostrando um coração com as mãos.

"Xuxa - A rainha dos baixinhos" é um personagem ultrapassado  e que deveria se retirar do cenário público. Xuxa já é rica e está insistindo numa postura que ela sabe que não vai ter nenhuma chance, a pedofilia é um grande tabu e ponto.

Sobre o filme "Amor Estranho Amor":

Ao contrário de outros filmes que discutem a pedofilia e se apresentam como filmes dramáticos, Amor Estranho Amor  é um filme erótico com pretensão de drama, por isso irrita tanto os moralistas.

Todos que conheceram o estilo do diretor Walter Hugo Khouri sabem que ele mostrava a sua suposta autobiografia, sua infância em bordéis de luxo onde sua mãe era prostituta. Visto pelos olhos da criança que ele fora, é natural que as histórias se tornem eróticas, por mais oportunista que isso possa parecer.

Tarcísio Meira e Vera Fisher sempre defenderam a exibição do filme, o que irritou ainda mais a Rainha dos Baixinhos que proibiu o filme, com a ajuda da poderosa Rede Globo. Curiosamente, a maior polêmica contra Xuxa ocorreu no Chile, chegaram a chamar ela de palavras como Diabo, Satã ou coisa do tipo, e nem precisa ser um gênio para saber o motivo.

Xuxa realizou o sonho de noventa por cento das coelhinhas da Playboy: tornar-se apresentadora de programas para crianças. Numa rede de TV de pouca audiência, Rede Manchete (Rede TV), ela se tornou um fenômeno na arte de se comunicar com crianças, sendo imitada por dezenas de outras apresentadoras, inclusive por algumas que se tornaram famosas.

A mudança para a maior rede de televisão do país, e uma das maiores do mundo, trouxe a responsabilidade. Xuxa conseguiu trazer para a Globo a liderança consolidada na audiência em vários anos seguidos, num horário que a Rede Globo perdeu depois de sua saída.

O primeiro grande erro de Xuxa foi tentar entrar no mercado americano, batendo de frente com a hipócrita sociedade de lá, depois disso, nada deu certo para Xuxa.

Acostumada com a realeza, ela tinha um lugar de honra entre as celebridades do país, protegida pelo poder da Rede Globo. Porém a decadência não foi muito bem assimilada e vieram os problemas.

Xuxa que chegou a ser uma das artistas que mais ganhou dinheiro no mundo, com a ajuda de uma empresária rígida que nunca saiu dos bastidores, perdia o glamour na medida em que aquela geração de baixinhos crescia, mas o pior ainda estava por vir, o fenômeno da internet.

A internet sempre foi o calcanhar de aquiles das celebridades e a perda da privacidade tem sido o preço a se pagar pela fama. Quando a celebridade convive bem com as polêmicas e escândalos, tudo bem, o problema é quando um personagem "inocente", como A Rainha dos Baixinhos é criada.

Xuxa era sempre influenciada por reis e rainhas da mídia, como Michael Jackson e Madonna, e chegou a declarar que seu sonho era apresentar sua filha para a filha da Madonna. Acontece que as semelhanças não eram tão grande assim, na realidade nunca existiram.

Madonna adotou várias crianças pobres e só esse fato já destaca ela de várias outras celebridades. Isso demonstra que sua atração por latinos e afros não é apenas aparência, ela realmente ama culturas afro-latinas.

Xuxa tentou apresentar programas adolescentes, abandonando o no estilo que adotara, e parecia que iria funcionar, mas não foi  suficiente para agradar a cúpula da Rede Globo. A partir daí, ela perdeu a proteção do poder global, perdeu também a empresária, e ficou sozinha tendo de se explicar diante dos sermões da filha, que não aceitava as insinuações dos amigos, sobre o polêmico filme e de seus ensaios para revistas masculinas.

Xuxa tentou voltar aos programas infantis, mas não deu certo. Também tenta se manter como a eterna protetora dos baixinhos, mas se esquece que seus baixinhos cresceram e ela está totalmente sozinha em seu palácio de ouro.

É claro que ela tem muitos amigos e puxa-sacos, assim como todas as pessoas ricas tem, mas não mais que isso.

Dizer que o pai era pedófilo e que batia na mãe, só vai piorar a situação, vai levá-la de volta ao ambiente decadente de Walter Hugo Khori que, apesar de polêmico, não era idiota, certamente havia uma assessoria de psicóloga e presença do conselho tutelar quando realizou a fatídica cena.

Entre todos os fenômenos da televisão, o único que conseguiu realizar o sonho de ter uma televisão própria foi Luciano do Valle, mas teve um Derrame Cerebral e, recentemente, morreu devido as consequências da idade e da fragilidade da saúde.

Sílvio Santos teve mais sorte mas enlouqueceu, entrou na Caixa Econômica Federal e limpou os cofres, com a ajuda de autoridades importantes que tem interesse em manter o monopólio da informação, depois da decadência da Globo.

O pedido de desculpas do PSOL para a Rainha dos Baixinhos foi quase um alívio para ela, foi assim que ela soube que ainda é importante o suficiente para os políticos respeitarem e temerem a sua palavra, pelo menos até o próximo tombo.

Já passou da hora da Maria da Graça matar a Xuxa.

Comentários by Jânio

Além dos 15 minutos de fama

O fim das aparências

Vendedoras de sonhos e pesadelos

Famílias reais

Duvidosa filosofia da vida moderna

Xuxa chorando

Xuxa na Câmara


Postar um comentário