sábado, 15 de fevereiro de 2014

Loucuras feitas por amor - históricas




Se você já esteve apaixonado alguma vez, sabe que o amor pode nos levar a cometer loucuras para surpreender e conquistar a pessoa que é o objeto de nossa paixão. Mas quais são os feitos heroicos mais inusitados, realizados pelos amantes?

Aqui, apresentamos algumas das loucuras cometidas por amor (coletadas pela revista 'Quo') em diferentes momentos da história da humanidade.

01 - Declarar guerra ao próprio pai

Em 1.355, aquele que seria o rei Pedro I de Portugal, apaixonou-se por Inês, dama de companhia de sua esposa, Constanza (Constance), e se casou com ela em segredo. Para evitar que a mulher fosse coroada, o pai de Pedro, Afonso IV, ordenou o assassinato. Ao saber como sua amada havia sido morta, o jovem Pedro declarou guerra ao próprio pai e tornou-se monarca, quando ele já estava morto. O corpo de Inês foi adornado com roupas reais e assentado ao trono, e todos os nobres foram forçados a pagar tributo como se o corpo fosse a Rainha de Portugal, tendo, inclusive, que beijar sua mão em sinal de lealdade e fidelidade.

02 - Descer ao inferno

O poeta italiano Dante Alighieri escreveu no início do século XIV,  a "Divina Comédia, sua obra-prima, dedicada ao objeto de seu amor platônico, Beatrice Portinari, com quem nunca trocou sequer uma palavra. Em seu livro, Dante passa pelo inferno e purgatório à procura de sua amada.

03 - Romper com um mecenas

O poeta britânico Percival Shelley abandonou sua mulher e seus filhos, em 1.814, para poder fugir com sua amada Mary, a criadora de um dos mais famosos monstros da literatura, o monstro do Dr. Frankenstein. Isso significava não só tornar-se objeto de críticas em uma sociedade cheia de preconceitos, mas também estar a beira da ruína econômica, fazendo com que o patrono e editor, filósofo William Goodwin, retirasse seu apoio financeiro.

04 - Perder a cabeça

O corsário Walter Raleigh, amante da rainha Elizabeth I da Inglaterra, esteve a ponto de perder a cabeça literalmente, nas mãos de sua soberana, pois provocou ciúmes ao se apaixonar por uma garota chamada Sarah, quando estava trancado na torre de Londres. Depois, a rainha acabou perdoando-o.

05 - Escrever cartas diariamente durante anos

O escritor americano Mark Twain se apaixonou por sua futura esposa Livy à primeira vista. Mas, ao ser rejeitado, ele prometeu escrever uma carta de amor por dia  para fazer com que ela mudasse de ideia. Foram necessários dois anos para conseguir o "sim".

06 - Abdicar ao trono

Eduardo VII da Inglaterra renunciou ao trono, em 1.936, para poder se casar com Wallis Simpson, uma americana divorciada. Foi o único monarca na história de seu país que renunciou voluntariamente à coroa.

07 - Construir uma escada com as mãos

Em 1.940, o chinês Lui Goujiang que só tinha 19 anos, apaixonou-se por uma viúva mais velha. O amor foi correspondido e decidiram fugir para viver no interior de uma caverna. Para que sua amada pudesse sair da caverna e descer a montanha, construiu a mão uma escada de 1.500 degraus. Hoje é um lugar de peregrinação.

08 - Profanar um túmulo

Carl von Cosel, médico alemão residente na Flórida, estava obcecado por uma de suas pacientes, Maria Helena Milagro-Hoyos, enferma de tuberculose. Após sua morte em 1.933, roubou o cadáver e viveu com o corpo mumificado até 1.940.

Fonte: RT

Infidelidade de corpo e alma

Como conquistar uma mulher

Como saber se um homem está apaixonado

Como é uma relação entre lésbicas

Lista de gays e lésbicas famosos

Faltam homens na capital da Espanha

Os homens estão em extinção na Rússia

Curiosidades sobre o beijo

Para que serve o dia do beijo?


Postar um comentário