domingo, 4 de agosto de 2013

Fenômenos naturais estranhos



A cada ano a natureza surpreende ainda mais a humanidade. Durante os últimos três anos foram registrados muitos fenômenos naturais estranhos. A RT listou os mais estranhos deles.

01 - Teias gigantes de aranhas no Paquistão

Depois das inundações de 2.010, que cobriram a aldeia paquistanesa de Sindh, milhões de aranhas foram obrigadas a migrar para as copas das árvores, onde tiveram de tecer suas teias. Desta forma, as aranhas tiveram de subir para as árvores  e estas se converteram, em 2.011, em casulos de aranhas, transformando essa região em uma obra de arte surrealista.



02 - Tornado de fogo em São Paulo

Em agosto de 2.010, um turbilhão de chamas girando em uma espiral de vários metros de alturas, dançou ao longo de uma estrada  da zona rural. O fenômeno extremamente perigoso parou o tráfego, antes de se dissolver, tão rapido como apareceu.

Em São Paulo não chovia há três meses e o nível de umidade era similar ao do deserto do Saara. Enquanto a umidade do ar ficava próxima a zero, aumentava a poluição.



03 - Estranho som no Mar Negro, congelado, na ucrânia

Em fevereiro de 2.012, uma praia de Odessa, na Ucrânia, ficou congelada devido a baixas temperaturas ocorridas na área, que produziam estranhos sons, curiosos e sigulares. Este raro fenômeno foi gravado por uma câmera.



04 - Descomunal nuvem de areia em Phoenix, EUA

Uma gigantesca nuvem de areia cobriu a cidade de Phoenix, no estado do Arizona, EUA, em julho de 2.012, causando cancelamentos de vôos e falta de energia. Trata-se de um fenômeno raro conhecido naquela região como "haboob", e cuja origem está na monção do Arizona. A enorme nuvem mudou-se até a cidade, a partir do deserto situado ao sul de Phoenix, ficando suspenso por algumas horas na cidade. Em alguns lugares, a tormenta de areia se estendeu por até 80 quilômetros.



05 - Incrível camada de cinzas vulcânicas sobre o maior lago da Argentina

A imagem mostra um mergulhador tentando nadar no lago Nahuel Huapi, que é coberto por uma espessa camada de cinzas vulcânicas emitidas pelo vulcão Puyehue, nas montanhas  do Chile em 2.011.

06 - Chuva de aranhas em povoado brasileiro

Uma invasão de aranhas, em fevereiro de 2.013, causou pânico entre os moradores da cidade de Santo Antônio da Platina, Norte Pioneiro do Paraná. As imagens gravadas por uma das testemunhas são parecidas às de um filme de terror. Trata-se da espécie "Anelosimus Eximius", que se destaca por um comportamento social peculiar: formam colônias de várias delas, cooperando em tarefas comuns. Seu veneno não é perigoso para os seres humanos. Nenhuma explicação foi encontrada para o fenômeno.



07 - Nevada em Namíbia

Namíbia está associada com o deserto e o calor. Mas em junho de 2.011, uma nevada cobriu uma grande planície do país, assombrando os moradores. Os meses de junho, julho e agosto são geralmente os meses mais secos.



08 - Espuma misteriosa em Cleveleys, Reino Unido

Em Dezembro de 2.011, Cleveleys, pequena cidade do Reino Unido, foi coberta pelo que parecia neve a primeira vista, mas que era na verdade uma camada de espuma branca.

Era o resultado da combinação das marés e dos ventos que misturando as algas mortas que estavam no fundo do mar, até que que se produzisse a espuma que a mesma maré as vezes leva em direção a costa, mas nunca com tanta intensidade.

09 - Invasão de algas verdes em uma praia na china

No mês de julho, algas verdes invadiram uma praia na cidade chinesa de Oingdao. Trata-se do maior crescimento de algas na história da China.

As águas ao longo da costa da cidade chinesa de Oingdao, no leste do país, mudaram sua cor para uma incrível invasão de algas que deixou a praia inacessível para turistas e moradores. O fenômeno obrigou o governo local a limpar as praias e remover  cerca de 20 toneladas de algas por dia. A última vez que este fenômeno ocorreu foi em 2.008, mas, naquela época, as algas cobriam 13.000 metros quadrados de superfície.  



Fonte: RT-TV

Tragédia de Pompéia

Atlântida - Continente perdido 

Postar um comentário