domingo, 8 de abril de 2012

Top dez lugares para quem quer morrer




O suicídio já ocupa a oitava posição no mundo, na lista das causas de morte e está em primeiro entre as mortes violentas. Cada ano mais de um milhão de pessoas morrem por suicídio, enquanto o número de tentativas varia de de 10 a 20 milhões.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, OMS, as maiores taxas de suicídio, mais de 20 pessoas por 100.000 habitantes, são registradas na Lituânia, China, Ucrânia e Rússia. 10 a 20 pessoas, por 100.000, cometem suicídio nos EUA, Canadá e Austrália, enquanto o terceiro grupo inclui Reino Unido, Grécia e Alemanha, com 10 por 100.000.

Infelizmente, ha cada quarenta segundos uma pessoa comete suicídio em algum lugar no mundo, e para realizar esse ato tão trágico e tão pessoal, utilizam-se de locais diferentes.

Abaixo há uma lista dos dez locais onde mais se cometem suicídio.

01 - A ponte Golden Gate em San Francisco, EUA. É a ponte suspensa que se estende sobre o estreito de mesmo nome e liga San Francisco com Marin County. É a principal atração não só para turistas mas também para aqueles que pensam em suicídio. Mais de 1000 pessoas já encararam seus 227 metros de altura, desde 1.937.

02 - A Ponte Humber na Inglaterra é uma outra ponte famosa pelos suicidas, sendo uma das maiores do mundo, com mais de dois quilômetros de comprimento. A construção desta ponte foi concluída em 1981 e desde então mais de 200 pessoas pularam de uma altura de 155 metros.

03 - A floresta Aokigahara no Japão, é um dos locais de suicídios mais misteriosos e assustadores,  ao longo dos séculos tem atraído suicidas de todo o país. Aokigahara está localizada no sopé do Monte Fuji, o símbolo mais famoso do Japão. Segundo a lenda, em tempos de fome, traziam a este lugar os idosos e as crianças para deixá-los morrer. Foram encontrados os restos mortais de cerca de quinhentas pessoas que não foram trazidas a força, mas que decidiram morrer.

04 - O penhasco Beachy Head, localizado no sul da Inglaterra, é a região do país com maior  quantidade de calcário. O lugar pitoresco, que mede 162 metros acima do nível do mar, é um dos lugares favoritos para o suicídio. Cerca de 30 pessoas saltam a partir deste penhasco todo ano. Nos anos setenta, este número chegou a até 124 pessoas.

05 - A ponte do Brooklyn é outra que ficou famosa nos EUA. Ligando os bairros de Manhattan e Brooklyn, em Nova York, é o símbolo mais reconhecível da cidade pela sua grandeza e ... seus suicídios. Desde o século XIX, centenas de pessoas já pularam dessa ponte.

06 - Nas últimas décadas, o metrô de Moscou tornou-se  o lugar favorito para suicídios na cidade. Em média, há um suicídio a cada 20 milhões de passageiros (o metrô de Moscou transporta 9 milhões de pessoas por dia).

07 - A beleza do penhasco The Gap, na Austrália, localizado a leste de Sydney, não param aqueles que decidem definitivamente cair no abismo para sempre. Anualmente, cerca de 50 australianos vão a este lugar para cometer suicídio. Don Ritchie já salvou pelo menos 200 pessoas nos últimos 45 anos.

08 - Viaduto de Madrid, local histórico,  é considerado como o "trampolim" para o suicídio. O grande edifício está entre a Praça da Espanha e da Plaza de San Francisco, é o local favorito para os suicídios locais.

09 - "A paisagem mais romântica do suicídio." Assim é conhecido o impressionante Niagara Falls, na fronteira dos EUA e Canadá, uma cachoeira belíssima. Não é um lugar apenas para turistas, mas também atrai aqueles que não querem mais viver. Cerca de 35 pessoas cometem suicídio, nesse local, ao ano.

10 - Pontes de Yangtze, na China. Nas últimas quatro décadas, do Yangtze saltaram mais de mil pessoas e centenas de pessoas tentaram. Foi preciso um patrulhamento no local, para conter o aumento de suicídios.

Comentário: Essa lista deve ser bem interessante para os burgueses que gostam tanto de viajar, também pode ser bem útil para os empresários falidos do primeiro mundo.

Eu me lembro que na década de setenta, havia muitas músicas tristes, até filme pornô tinha músicas melancólicas. Naturalmente, música triste leva a suicídio, principalmente quando os ídolos populares começavam a  sua decadência e isso quase sempre terminava em morte.

Havia muita gente se matando naquela época: Pessoas falidas se suicidavam, pessoas traídas se matavam e não tinha idade, classe social e nem sexo.

A década de oitenta ainda foi complicada, mas ninguém precisava mais de motivo, a AIDS já era suficiente.

Hoje, estão todos dominados por jogos, novelas e outros vícios, para pensarem em algo tão sério quanto o suicídio.

fonte: RT-TV

By Jânio
Postar um comentário