domingo, 26 de fevereiro de 2012

Dez formas como o mundo pode acabar



A julgar pelo número de filmes sobre o fim do mundo e outros produtos da fantasia humana, a população da Terra está cada vez mais fascinada com a idéia de juízo final que poderia estar por vir. Na verdade, a vida emergiu na Terra há cerca de 3.5 bilhões de anos, é muito frágil, e morte é uma parte indispensável de sua história.

Das quatro bilhões de espécies que já existiram no planeta, 99% estão extintas. Nos últimos 500 milhões de anos, extinções em massa ocorreram cinco vezes. Nestes períodos desapareceram mais de 75% das espécies.

Pelo menos uma dessas extinções em massa foi, provavelmente, devido a um evento que parece, de certa forma, o "fim do mundo", como se imagina. Acredita-se que a queda de um meteorito no México, 65 milhões de anos atrás, causou terremotos e tsunamis por todo a terra e a poeira subiu e cobriu o sol por vários anos. Esses fenômenos de tal magnitude ocorrem de tempos em tempos, diz a ciência.

Uma catástrofe global também pode ser causada por outros fenômenos naturais, mas ainda mais perigosa, é a atividade humana. A nossa espécie tem a capacidade de alterar o mundo. E isso pode levar-nos logo ao fim.

A informatização também é um ponto fraco em nossa civilização. Embora as tecnologias de computador fornecem métodos eficazes de comunicação empresarial e gestão, os terroristas podem facilmente pôr em perigo os sistemas de energia de países inteiros ou, por exemplo, roubar os dados, senhas,  no fornecimento de alimentos.

Quanto mais sabemos sobre os mistérios do universo, mais corremos o risco de auto-destruição. E cada vez mais percebemos o quão fugaz nós somos. O jornal britânico The Guardian escreveu uma lista de métodos ¨exóticos" que poderiam levar ao desaparecimento da humanidade, métodos, estes, descobertos pela ciência nos últimos tempos.

01) Morte da euforia (fim da motivação)

Muitas das pessoas na Terra consomem cafeína e nicotina e, com o avanço da ciência se tornam mais e mais dispostos a melhorar seu estado emocional, causando o aumento de suas atividades. Algum dia, quando as pessoas já não puderem viver sem estas substâncias, poderá ocorrer o fim. Não haverá um "fim" súbito da civilização, mas a humanidade vai extinguir-se gradualmente.

02) "Big Bang"

Em uma hipótese, no âmbito da teoria quântica, o nosso universo estaria em um estado de falso vácuo, e poderia se tornar verdadeiro vácuo. Se assim for, a transição poderia ocorrer sob a forma de uma bolha que iria aparecer em qualquer ponto no espaço e começar imediatamente a expandir-se a velocidade da luz. Este processo se estenderia a todo o universo que deixaria de existir, como o conhecemos. O processo seria como uma sopa quente de partículas que corresponde ao ponto de partida do padrão do Big Bang.

03) Corpos estranhos que devorarão a terra

A teoria quântica tem outras hipotéticas e terríveis previsões de adicionais. Por exemplo, partículas chamadas de 'strangelets', pequenos pedaços de material estranho (material do núcleo tendo uma elevada proporção de estranhos 'quarks', partículas elementares mais leves), que poderiam converter todas as partículas em torno de suas cópias. Poucas horas depois, o mundo inteiro poderia se tornar uma massa de 'strangelets ".

04) Finalmente, o fim dos tempos

As leis da física moderna admitem a possibilidade de que o tempo se esgote. Em 2007, cientistas espanhóis da Universidade do País Basco e da Universidade de Salamanca, chegaram a propor uma explicação alternativa para a ação da misteriosa matéria escura que constitui 75% da massa do universo e atua como uma espécie de antigravidade, empurrando as galáxias para além. Na sua opinião, os fenômenos que observamos são devido à desaceleração do tempo como este está atuando em nosso universo.

05) Tsunami devastador

Os geólogos temem que uma possível erupção de um vulcão nas ilhas Canárias poderia atirar uma pedra enorme que cairia no Oceano Atlântico e iria gerar uma onda de uma milha, com uma taxa semelhante à de um reagente. Metade do mundo, as maiores cidades, estariam sob as águas em poucos minutos.

06) Inversão geomagnética

Os pólos magnéticos da Terra, de tempos em tempos, sofrem uma mudança de horário. Em um período determinado, o campo magnético do planeta, que nos protege da radiação cósmica nociva, enfraquece ou desaparece. O último evento ocorreu 780.000 anos atrás.

07) Os raios gama a partir do espaço

Na época de seu fim, estrelas supermassivas emitem para o espaço dois jatos de raios gama de alta energia. Se esses raios impactassem na Terra, a imensa energia que se desintegraria na atmosfera, romperia a camada de ozônio com consequências fatais para os seres vivos que habitam o planeta.

08) Buraco negro

Um buraco negro pode destruir a Terra com sua gravidade. Tal força cósmica é capaz de atrair o planeta a uma distância de milhares de milhões de milhas, 'tirando a Terra da órbita do Sol', a fonte da vida, jogando-a em uma jornada através da escuridão, vagando pelo cosmo.

09) Espécies invasoras

Eles poderão ser animais, plantas ou outros organismos, transportados e introduzidos pelo homem fora do seu habitat natural, eles se estabelecerão e se espalharão nessa nova região, que são prejudiciais. Várias dessas espécies já se tornaram um problema para sistemas globais de meio ambiente.

10) Transhumanismo

Inovações biológicas e tecnológicas poderiam ser transformadas, a ponto de os seres humanos se transformarem numa nova espécie, esses novos seres se pareceriam de alguma forma com seus antepassados. O "transhumano" teria uma inteligência artificial à base de ideias e memórias de antigos humanos, e poderia ser, no formato de informação digital que é transmitido por redes e seriam capazes de existir praticamente para sempre. Pelo menos, até que o sistema de computador tivesse uma falha.

Comentários: Como você pode ter notado, o texto apresenta dados bem diferente do que você imaginou. Talvez você tenha acompanhado parte do desenvolvimento  de algumas dessas teorias, mesmo assim, tenho certeza de que você tem as suas próprias.

Levando-se em conta que o texto tem um ponto de vista de direita, a maior parte dos problemas causados pelos donos do mundo foram, naturalmente, evitados, como  é o caso das guerras.

Nós sabemos que a falsa mobilização dos países ricos para evitar a proliferação de armas nucleares é falsa, porquê eles não demonstram um pouco de boa vontade e convidam o governo do Irã para inspecionar os seus próprios países? 

Eles criaram essa tecnologia, eles abriram a caixa de pandora e agora querem se fazer passar por bons mocinhos.

Eugenia, Adolf Hitler, higiene social na Índia e África, imperialismo, monocultura, ações da ONU, fome na África, Ongs, infernos fiscais, nada disso deverá ser divulgado.

O que os assusta é que países pobres e que não aceitam ser dominados, povos que tem na fé uma força que ameaça suas autoridades, podem por em risco seu controle sobre o mundo. Eles não dão a mínima se o mundo vai acabar, como, quando e porquê, apenas sentem prazer em controlar tudo.

Quando dizem "terroristas", podem estar exprimindo seus próprios pontos de vista, onde aqueles "terroristas" que eles apoiam, não são terroristas, são a resistência a um certo regime ditatorial que não seguem suas regras. No máximo, rebeldes, segundo seus interesses.

O mundo está passando por profundas mudanças, mudanças que fazem parte de um jogo, onde as peças estão sendo movidas de acordo com um planejamento prévio. Os donos do mundo estão a um passo de dominar tudo, e suas atenções se voltam para regiões instáveis que desafiam os seu comando - "O Brasil deve servir de exemplo para o Oriente Médio!"

Notem a sutileza das mensagens sublimares dessas palavras, foi por isso que eu me senti ofendido. Será que eles consideram os brasileiros idiotas submissos?

Não é à toa que tanta gente no mundo, principalmente os mais jovens, admiram lideres rebeldes como Osama Bin Laden, Che Guevara, Fidel Castro, Hugo chavez, etc.

Quando  uma ameaça é divulgada, o verdadeiro objetivo sempre será desviar nossa atenção para outros fatos mais chamativos. Foi isso o que ocorreu com o surgimento do Wikileaks, cuja quantidade de informações é tão grande que se não fosse a vontade dos bilderbergers, o dono do site já estaria morto há muito tempo.

A quantidade de informações exibidas pelo Wikileaks é inexplicável, nenhuma fonte, agente secreto, ou grupo de governos, poderia reunir tantas informações. 

Fica óbvio que o Wikileaks faz parte do projeto "Nova Ordem Mundial", e sua obsessão por atacar o exército americano, parece uma busca disfarçada e desesperada por mudar os destinos de países do Oriente Médio e do resto do mundo, uma verdadeira mudança de estratégias.  

Por interesses muito menores que os denunciados pelo Wikileaks, uma tentativa de censura foi arquitetada contra a rede.

A democracia ameaça surgir através da rede, mas não é só isso, é todo o sistema elitizado que está em risco.

É preciso fornecer notícias para esses novos grupos de leitores, famintos por novas informações e escândalos, e que acreditam e desconfiam de tudo o que é divulgado, leitores acostumados à liberdade e  quase impossíveis de serem controlados.

Escândalos, sordidez, bizarrice, poderão desviar nossas atenções de dados sutis, mas que poderiam virar uma bomba ideológica, se fossem melhor observados.

Bem-vindos à nova Idade Média.

Fonte: RT-TV

Comentários: By Jânio
Postar um comentário