sábado, 10 de setembro de 2016

PSDB X PMDB - Aliança biônica



Como eu disse no último artigo, o PSDB pretende repetir a operação PC-Farias, derrubar o presidente, sugar todo o sangue do vice=presidente, forçando-o a fazer todo o jogo sujo que eles não querem fazer para, em seguida, passar a perna no governo e tomar o poder. Não é um plano fácil pois depende da participação e coordenação da Rede Globo, que sonha há muito tempo com o fim do PMDB, a única força capaz de resistir à máfia da Globo. 

Se dependesse da Globo, ela derrubava o PMDB também, mesmo correndo o risco de uma guerra civil e a consequente intervenção das forças armadas, já que esse é o sonho da Rede Globo. 

Já o PMDB nem pensa em abandonar o poder nesse momento, principalmente porque a maioria de seus líderes está envolvida em desvios de dinheiro e outros crimes ligados a Lava a Jato. O STF já demonstrou que tem medo de Renan Calheiros e, portanto, revela-se um peso morto quando um processo envolve políticos de elite.

O PMDB dificilmente sai ileso desse processo e basta observar o tamanho das manifestações e o que eles pensam a respeito de Michel Temer para constatar o futuro do PMDB. A aliança PMDB e PSDB é biônica, todos sabem que o PSDB prefere ter como aliado o DEM que, inclusive, viu-se forçado a auto-mutilação para manter essa aliança e manter-se na elite dos partidos políticos, José Roberto Arruda e Demóstenes Torres foram sacrificados em nome desse objetivo partidário.

Levando-se em conta que FHC já esteja aposentado politicamente, o calcanhar de Aquiles do PSDB é Aécio que, inclusive, tem um nome difícil de esquecer, Neves. A internet pode mostrar para muita gente os verdadeiros mentores das mudanças, privatizações e cortes de projetos sociais e direitos adquiridos. Caso a internet consiga fazer isso, poderá ferir gravemente o partido que tem justamente nesse público privilegiado, a internet, os seus eleitores.

O sonho do PSDB de cortar o Décimo Terceiro e as Férias, parece um sonho difícil de ser realizado, justamente porque atinge em cheio a classe média. O PMDB já sinalizou que antes das eleições municipais isso é inviável. Depois das eleições municipais o PSDB também terá pouco tempo para obrigar o PMDB a fazer esses cortes. Como no caso Fernando Collor de Mello, o PSDB pretende ficar com a melhor parte do bolo, ou seja, privatizações como a Petrobrás para o seu governo.

Os resultados nas pesquisas eleitorais municipais de São Paulo desanimam, demonstram que o impeachment fez um estrago irreparável no PT, pior, demonstram o poder das mídias em pró direita e contra a esquerda e, assim como na última eleição para presidente, o maior inimigo do PSDB é o próprio PSDB que peca pelo excesso e agora está muito próximo de explodir junto como o PMDB, partido que eles transformaram em uma arma contra o povo. 

A postura do PSDB é uma postura de partidos pequenos que não tem muita coisa a perder, bem diferente do PMDB que, de fato, só tem interesse em escapar da lava a jato. Mesmo que os projetos cheguem ao plenário para votação, os políticos do PMDB não serão estúpidos o suficiente para pegar esse rabo de foguete. o PSDB demonstrou muita esperteza com a raposa do Aécio nas últimas eleições, mas com o PMDB não será tão fácil.

Apesar das pesquisas eleitorais municipais demonstrarem o estrago do impeachment em partidos como o PT e o PSOL. São Paulo é conhecido como o estado quebra boca de urna, e quem conseguiu isso foi justamente a Luiza Erundina.

OBS: Quebra de boca de urna para mim pode ser traduzido como manipulação das pesquisas, mudanças abruptas na reta final das eleições significa pagamento de propina mas, no final, é preciso demonstrar a realidade em relação ao resultado das eleições.

By Jânio 

Postar um comentário