quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Senador Delcídio e o dono do BTG Pactual são presos



Quarta feira foi um dia histórico para Polícia Federal brasileira, isso porque a polícia prendeu dois dos homens mais "importantes" do Brasíl, o líder do governo no senado, Delcídio do Amaral, e o banqueiro  (isso mesmo, mais um) André Esteves, dono do BTG Pactual.

O Senador Delcídio do Amaral foi diretor da Shell, ministro de Itamar Franco e funcionário de confiança de FHC na Petrobrás, antes de se filiar ao PT. Além disso, é amigo do vice de Aécio Neves e ajudou a livrar José Sarney da forca, quando esse empregava corruptos.

André esteves fez muitos negócios desde que começou sua carreira, até se tornar o dono do banco, carreira para Daniel Dantas nenhum botar defeito. Eu destacaria a compra do enrolado Banco Panamericano, aquelo banco do Sílvio Santos que sumiu com 4,5 bilhões, mas que teve sua dívida perdoada quando André Esteves adquiriu o banco, mostrando sua habilidade em livrar a cara dos políticos que estavam envolvidos com o Panamericano.

Eu não sei qual das duas prisões foi a mais espetacular, já que André Esteves tornou-se bilionário aos 40 anos e, apesar de a polícia já ter prendido banqueiros importantes como Caciola, Naji Nahas e o próprio Daniel Dantas, nenhum deles chegava nem perto de André Esteves. Daniel Dantas chegou a ser considerado o homem mais rico do Brasil por uma revista estrangeira mas, aqui no Brasil, ninguém sabia que ele existia, caso bem diferente de André Esteves que é o décimo terceiro homem mais rico do Brasil, mas que sempre se destaca nas publicações do setor empresarial.

Os dois homens "importantes" foram presos da mesma forma, quebra do sigilo telefônico que revelou que ambos queriam atrapalhar as investigações da polícia através de suborno, impedindo a delação premiada.

Se ambos, o Senador e o banqueiro, ficassem muito tempo na prisão, certamente que muitos políticos teriam problemas, inclusive de outros partidos. Entretanto, a ideia é só derrubar a esquerda que parece um zumbi, insistindo em permanecer de pé, melhor para o PMDB que cada dia mais tem o poder de manipulação política nas mãos. 

A derrota mais humilhante do Senador ocorreu durante a votação para decidir se ele continuaria preso. A Polícia Federal tem poder para prender qualquer pessoa que abstrua suas investigações, mas a inconstitucionalidade impede que um político representante do povo e eleito democraticamente seja preso antes de ser cassado. Foi por isso que a votação foi convocada, entretanto, para mantê-lo na prisão, seria preciso verificar sua culpabilidade através de investigação e, em seguida, cassar seu mandato.

Quando optaram pelo voto aberto, ficou claro que o senador perderia na votação, ficava claro que a elite desejava a sua prisão, como ficou comprovado no resultado da votação, 59 a 13, sendo que apenas quatro dos treze que não votaram sim para a prisão do senador  não eram do PT. O número treze deu um azar terrível para Delcídio e André Esteves.

Delcídio tornou-se a partir da quarta-feira, o primeiro senador preso durante o mandato, mostrando que o sistema político brasileiro é quase que totalmente imperfeito, graças à inconstitucionalidade. Dessa vez falhou porque a elite está querendo derrubar o governo, como não consegue, sobra para quem está mais próximo da presidente.

A direita sempre soube da lavagem de dinheiro através da Petrobrás, foi por isso que a empresa nunca foi privatizada, mas a intenção não é acabar com a corrupção, apenas acabar com o PT.

Como um bilionário como André Esteves pôde ser preso, já que ele faz parte do sistema corrupto brasileiro? A resposta está na texto que eu escrevi sobre Daniel Dantas: Á partir do momento em que ele se torna um dos homens mais ricos do Brasil e do Mundo, fica claro que ele não repartiu o bolo com as principais lideranças políticas, principalmente da oposição, por isso ele deveria ser castigado pela elite. Daniel Dantas foi castigado logo que descobriram que ele era um dos homens mais ricos do mundo.

Vale lembrar que nenhum dos processos contra o PMDB seguiu adiante, já que o partido tem a maior bancada do congresso, a maioria juntamente com os aliados, enquanto o PT, apesar de ter a presidente, é apenas um coadjuvante de luxo.

Se os processos contra a oposição não seguem adiante, certamente é porque o PMDB se divide em relação a isso. O que eu não entendo é porque o PT continua aprontando tanto, mesmo depois de tantos líderes do partido term sido presos.

By Jânio

Daniel Dantas - A história da corrupção brasileira

Trinta anos de corrupção brasileira

Máfia do metrô

Máfia do asfalto

Privataria tucana


Postar um comentário