sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Imagens feitas na hora da morte



Tsunami, erupção vulcânica, a queda das Torres Gêmeas: apresentamos estes e outros momentos captados pelas câmeras de pessoas que não conseguiram sobreviver.

01 - Ataque terrorista em Nova York no dia 11 de setembro de 2001

Quando, no dia 11 de setembro de 2001, o fotojornalista Bill Biggart ficou sabendo que um avião havia atingido o World Trade Center,  ele correu para fora da casa com três câmeras, explica o portal Bird in Flight. De acordo com outros jornalistas, Biggart tirou a foto mais próximo da queda da Torre Sul e morreu esmagado por escombros da Torre Norte, quando esta também começou a desmoronar. Seu corpo e os restos das câmeras foram encontrados nos escombros quatro dias depois.



02 - Erupção do vulcão Ontake no Japão em 27 set 2014

Quando o Ontake, que desde 1979 foi considerada extinto, de repente, entrou em erupção, mais de 300 pessoas subiam por suas encostas. O construtor Izumi Noguchi foi uma das 56 pessoas que se refugiaram em dois campos alpinos e tirou cerca de 100 fotos para mostrar à sua esposa. Assim como os outros turistas refugiados, Noguchi morreu quando uma nuvem de gás quente e rochas os cobriu. A câmera foi destruída, mas o cartão de memória não.


03 - A morte do grupo de Dyatlov  no dia 02 de fevereiro de 1959, na URSS

A tragédia que resultou nas mortes de nove estudantes russos nos montes Urais, continua a intrigar todo o mundo devido ao fato de as razões oficiais para o que aconteceu nunca terem sido esclarecidas. Uma barraca rasgada por dentro foi encontrada no final de Fevereiro de 1959, em uma das ladeiras. Corpos com pouca roupa foram descobertos em lugares diferentes e alguns deles tinham ferimentos que poderiam indicar mortes violentas.


Em 2009, foi divulgado o arquivo pessoal do  funcionário do Ministério Público encarregado do processo. A última fotografia tirada por um dos turistas, Yuri Krivoníschenko, ficou famosa. Nesta foto embaçada pode-se vislumbrar bolas luminosas, que deu origem a várias teorias de conspiração. No entanto, investigadores explicaram que o especialista que rebobinou o filme, pressionou o botão que dispara a foto, resultando no que é considerado a última foto.


04 - Tsunami na Tailândia em 26 de dezembro de 2004

John e Jackie Knill, do Canadá, comemoraram o Natal no povoado de Khao Lak, quando avistam de longe uma onda extraordinariamente grande. Eles não entraram em pânico e, em vez disso, começaram a filmar. Esse tsunami, considerado o pior desastre natural da história moderna, matou, entre muitos outros, a família de Knill. Um mês depois, o missionário batista Christian Pilet encontrou na praia, a câmera digital quebrada de Knill, mantendo intacto o cartão de memória.

Fonte: RT- TV

Melhores imagens registradas pelo Google

Animais exóticos

Imagens apocalípticas de Chernobyl



Postar um comentário