quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Banda larga popular é prioridade do Planejamento do Governo




Uma das missões do ministro que assumirá o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), Nelson Barbosa, é a coordenação dos principais investimentos do governo federal, como do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o Minha Casa, Minha Vida, além do programa de concessões do governo federal.


Em entrevista exclusiva ao Blog do Planalto, nesta quinta-feira (27), Barbosa disse que pretende ampliar esses investimentos com as parcerias público-privadas e destacou o programa Banda Larga para Todos, de inclusão digital, lançado pela presidenta Dilma Rousseff.

A previsão, segundo ele, que participou do início do programa, é de que o Banda Larga para Todos possa atingir todo o País nos próximos quatro anos. Ao comentar sobre essa iniciativa, em setembro passado, durante o evento Diálogos Conectados, a presidenta disse que construir uma grande malha de infraestrutura de telecomunicações é uma das prioridades para o Brasil no próximo período para superar o desafio de um desenvolvimento nacional mais robusto no setor.

“Estamos num período de transição. Vamos aguardar as indicações do Ministério das Comunicações”, disse ele, sobre as metas do programa.


Sobre as políticas sociais, Nelson Barbosa acha perfeitamente possível a manutenção dos programas de inclusão, não apenas via renda, mas também com mais investimentos em educação e saúde, o que já começou a ser feito. “A velocidade de crescimento desses programas sociais serão adequadas ao crescimento econômico. Mas o processo de inclusão social continuará avançando”, afirmou.

Barbosa disse que, no momento, o mais importante é manter a política macroeconômica brasileira robusta para 2015. “Independentemente do cenário internacional, a direção do desenvolvimento a mesma. O que o cenário nos dá é graus de liberdade maiores ou menores, mas a direção continua a mesma”, garantiu.

Confira a íntegra

Postar um comentário