quinta-feira, 3 de julho de 2014

Cinema 2.014 - Amped





Sobre o romance:

Amped é um romance de ficção científica do escritor americano Daniel H. Wilson, publicado em Junho de 2012.

Sinopse:

Em um futuro próximo onde o Neural-Autofocus e outros implantes neurais feitos em indivíduos com problemas mentais transforma essas pessoas em iguais ou superiores àquelas com a funcionalidade normal do cérebro, Owen é um professor do ensino médio, cujo pai cirurgião ajudou a desenvolver os implantes para controlar sua epilepsia. Quando a Suprema Corte dos EUA decide que os indivíduos implantados não são mais uma classe protegida, a vida de Owen muda para sempre, principalmente quando ele descobre que seu implante tem um segredo muito perigoso.

Comentários:

Kirkus Reviews falou sobre o romance - "Wilson apresenta uma história cheia de idéias, bem escrito, que, como seu romance anterior, Robopocalypse (2011), trata da interação muitas vezes tensa entre máquinas e seres humanos. Infelizmente, enquanto ele se preocupa com a parte máquina, a parte humana fica um pouco aquém do esperado. Os personagens não têm profundidade, e o relacionamento romântico crucial parece forçado e não convence. A trama é fraca também, chegando muito perto ao arquétipo. Wilson, cuja argumento está sempre um passo acima do normal, está  em seu melhor momento, criando sequências de ação exageradas e evocando situações que exploram as fronteiras entre humanidade e suas criações tecnológicas".

E chama a história de "Provocativa, com seqüências de ação forte, mas fraco no desenvolvimento dos personagens e da história ".

A Boise Weekly afirma: "De um modo geral... Amped é uma leitura atraente com muito mais a oferecer que a média".

Wikipedia - Romance

Sobre o filme:

Situado em um futuro próximo, as pessoas  estão transformadas pela nanotecnologia e humanos comuns estão em guerra uns com os outros.
Como a nova tecnologia propicia poderes sobre humanos, logo são criadas leis para regulamentar esses poderes.

Amped
Género: Ciência ficção/Thriller
Dirigida por: Alex Proyas
Data prevista de lançamento: 2014
A combinação é muito boa: O autor de "Robocalipse" e o diretor de "Eu Robô".
Cinema 2.014


































































Postar um comentário