terça-feira, 6 de maio de 2014

A mulher errada e o homem certo



O coronel reformado Paulo Malhães não é o primeiro militar supostamente ligado ao desaparecimento do ex-deputado Rubens Paiva a ser executado. Na noite de 1º novembro de 2012, o coronel da reserva Julio Miguel Molina Dias, de 78 anos, que foi chefe do Departamento de Operações de Informação do Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-Codi) no Rio, foi assassinado com seis tiros quando chegava de carro a sua casa, no bairro Chácara das Pedras, em Porto Alegre, numa aparente tentativa de roubar um arsenal de armas que o militar colecionava em sua residência.

Texto completo: Último segundo

Comentário: Paulo malhães foi intimado a depor na comissão da verdade e confessou ter torturado o ex-deputado Rubens Paiva, voltou atrás, mas já era tarde. Sua mulher que também está com medo de ser morta, disse que o marido confessou ter jogado o corpo no rio. Lembrando que o governo militar que deu o golpe, em caráter provisório, em 64, tornou-se político de extrema direita e ficou durante vinte e um anos no poder.

É estranho como funciona o poder no Brasil, quando a mentira finalmente torna-se verdade, morre. É como se o sistema estivesse brincando com a esquerda política, usando esses políticos em seu jogo bipartidário.

Enquanto os escândalos estão afetando a esquerda, políticos renunciam ou são presos, mas a investigação envolve muita gente, como ocorreu no mensalão e agora na operação lava-jato e Petrobrás. Quando os escândalos envolvem políticos de direita, pessoas começam a morrer, a não ser que fiquem com a boca fechada.

PC Farias pagou caro pelo comentário irônico "vocês são todos hipócritas", sugerindo que todos haviam sido comprados, apesar de fingirem que não. O partido DEM enviou muitos políticos para a aposentadoria, como Arruda e Demóstenes Torres, mas, em todos esses casos, estávamos falando em direita política e não em extrema direita. O caso dos crimes durante o governo militar envolvem a extrema direita política e pode tornar essa briga pior que no tempo em que os comunistas c***** criancinhas na década de sessenta.



Foi uma mentira a causa do linchamento de uma mãe de família, confundida com uma suposta criminosa. Fabiane Maria de Jesus, 31 anos, foi acusada de sequestrar crianças para atividades de magia negra. Fabiane carregava uma Bíblia com a foto dos filhos no momento em que foi atacada pelos "justiceiros".

Fabiane já é a vigésima vítima de linchadores em 2.014, e não chegamos nem na metade do ano.

É por isso que a pena de morte não pode ser aprovada em países sub-desenvolvidos como o Brasil. Nem em países desenvolvidos funciona, e o pior é que as pessoas não estão acreditando na justiça mais, e é por isso que os deputados e senadores estão recebendo verbas para contratar quatro seguranças para se defenderem de seus eleitores sedentos por justiça.

By Jânio

Lista dos envolvidos na máfia do asfalto

Demóstenes Torres é cassado pelo Senado

Durval Barbosa - O arquivo vivo

Marcos Valério é preso novamente

Eu não acredito em teoria da corrupção
Postar um comentário