sábado, 21 de dezembro de 2013

O manual secreto do FBI



Um agente do FBI, autor de um manual secreto sobre interrogatórios da agência, tomou uma decisão incomum de registrar o documento no escritório de direito autoral, tornando-o acessível  para o público na Biblioteca do Congresso.

O agente registrou o manual de interrogatório em 2.010 para proteger seus direitos de autor, deixando uma cópia no escritório de Copyright do país, onde os cidadãos estão autorizados a ver todos os materiais arquivados com uma simples petição (pedido). O manual de 70 páginas do funcionário, um agente de vigilância que também trabalhou como chefe de unidade na divisão de contraterrorismo do FBI, foi identificado em uma matéria da revista "Mother Jones", a primeira fonte de publicação.

A notícia chama a atenção porque transcende após a Civil Liberties Union (ACLU, sigla em inglês) passar anos nos tribunais tratando de obrigar o FBI a revelar suas técnicas de interrogatório, até que, finalmente, foram-lhes reveladas, embora o documento apresentasse páginas inteiras censuradas. A versão que se encontra na Biblioteca do Congresso e que tem estado disponível durante grande parte da batalha legal, é a versão original do manual, sem nenhum tipo de correção. O que é estranho é que documentos do governo não podem ser de propriedade particular. "Tudo isso é como uma comédia de erro", disse Steve Afterfood, especialista em segredos do Governo. "Somada a incompetência e ignorância", acrescentou.

Ainda que o escritório de direitos humanos não permita aos leitores tirar fotos ou fazer anotações, durante uma breve inspeção e comparação com a versão que foi entregue a ACLU, a revista conseguiu encontrar algumas diferenças, embora não as tenha precisado. Cabe destacar que a principal queixa da da ACLU em relação ao manual é que é autorizado ao agentes isolar os presos e, com frequência, por em prática o manual KUBARK, um documento de interrogatórios da CIA que utiliza choques elétricos.

Fonte: RT

Escândalo na CIA

Top organizações secretas

Lista negra do FBI

Morrem agentes do atentado em Boston

Cracker mais procurado pelo FBI

Nova internet preocupa FBI

Conspirações que foram comprovadas

Postar um comentário