segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Dilma responde críticas do leilão da Petrobrás



O governo tem muita vontade de privatizar as estatais mas nunca vai confessar isso. De certa forma, a direita e a esquerda possuem estratégias parecidas, eu nem vou dizer quem são os autores dessas ideias.

A pergunta que não quer calar sempre será: Por que a Petrobrás gosta tanto de investir fora do país, onde o Ministério Público nunca terá autoridade, ficando sem investimento em nosso próprio território, forçando as inevitáveis privatizações.

Hugo Chaves privatizou a Petrobrás na Venezuela, Evo Morales privatizou na Bolívia e, como se não bastasse tudo isso, todo o dinheiro enviado para os infernos fiscais corre o risco de ser sequestrado, forçando os corruptos a fazer o óbvio, ou seja, investir o dinheiro roubado no próprio país.

Eles deveriam saber que é muito fácil lavar dinheiro no próprio país e mesmo quando há um escândalo, como tem ocorrido com o mensalão, cachoeira, mensalinho de Brasília, privataria, Panamericano, Daniel Dantas e tantos outros, a justiça nunca será eficaz, compensando o risco de manter o roubo por aqui.

Pronunciamento de Dilma Rousseff.

"Pelos resultados do leilão, 85% de toda a renda a ser produzida pelo campo de Libra vai pertencer ao Estado brasileiro e à Petrobrás. Isso é bem diferente de privatização".

 "O Brasil é - e continuará sendo - um país aberto ao investimento, nacional ou estrangeiro, que respeita contratos e que preserva sua soberania".

"São empresas grandes e fortes que vão poder explorar, nos próximos 35 anos, um montante de óleo recuperável estimado entre 8 bilhões a 12 bilhões de barris de petróleo, e 120 bilhões de metros cúbicos de gás natural".

 "Começamos a transformar uma riqueza finita, que é o petróleo, em um tesouro indestrutível, que é a Educação de alta qualidade".

"As empresas privadas parceiras também serão beneficiadas" e "vão obter lucros significativos, compatíveis com o risco assumido".


Fonte dos depoimentos: Estadão

Unanimidade política

Lista de presidentes e mortos

A farsa da falsa democracia

Filosofia anti-democrática

Maldita burocracia

Veneno Bipartidário

Corporativismo midiático

Políticos que apoiaram o golpe de 64

Cidades com mais homicídios no planeta

PT acerta o próprio pé

O jogo do poder

Uma vergonha para os corruptos brasileiros

Arquivo vivo pode ser preso

Policial federal é assassinado

Marcos Valério é preso novamente

Daniel Dantas - A história da corrupção

Trinta anos de corrupção

Lula para governador

Carlinhos Cachoeira - culpado útil

Demóstenes torres é flagrado pela polícia federal

Privataria tucana


Postar um comentário