sábado, 14 de setembro de 2013

Material inteligente se regenera




Cientistas espanhóis  criaram um polímero capaz de se regenerar espontaneamente, sem a ajuda de qualquer intervenção externa. É por isso que já está sendo chamado de "O Exterminador do Futuro", por causa da semelhança com o robô T-1000, capaz de se regenerar.

O novo material poderia ser utilizado para melhorar a segurança e a vida útil das peças de plástico em produtos de uso diário, tais como componentes elétricos, carros e até construção de casas. chalés e os biomateriais, diz David Mecerreyes, especialista em química de polímeros da Universidade do País Basco, na Espanha.

Este primeiro polímero com capacidade de "auto-cura" a temperatura ambiente, pode conseguir a cicatrização espontânea significativa, na ausência de um catalizador, disseram os cientistas, e demonstraram que depois de ser cortado em duas metades, para depois voltar a unir as peças, mostram uma eficiência de 97% de reparação em apenas duas horas, impossíveis de serem rompidas quando  esticadas manualmente, escreveram os pesquisadores na revista "Materiais Horisons" da Royal Society of chemistry.

A auto-cura desses " elastômeros termofixos" foi alcançada a partir de materiais poliméricos comuns, utilizando um método simples e de baixo custo, assegurou o pesquisador Ibon Odriozola, do centro de tecnologias eletroquímicas CIDETEC, em San Sebastin.

"O fato de a poliureia e do poliuretano, que possuem composição química semelhante, assim como  propriedades mecânicas, e já são utilizados em muitos produtos comerciais, fazendo com que este sistema seja muito atraente para uso rápido e fácil em aplicações industriais reais", disse os pesquisadores.

Fonte: RT-TV

Top 10 produtos de nanotecnologia

Orcam - Óculos que lê sozinho

Top 20 tecnologias futuristas


Postar um comentário