quarta-feira, 10 de julho de 2013

Brasileiros que fazem história



Mais uma vez o Brasil mostra que um sonho nunca deve morrer, caso contrário, morreremos com ele. É o sonho de ver um Brasil melhor que traz os  sindicatos e outras associações as ruas de todo o Brasil nesta quinta-feira, dia 11 de Julho de 2.013, um dia para entrar para a história.

Depois que o PT assumiu o poder, deixando a burguesia fora do governo, o país ficou órfão de representantes, entretanto, o MPL revelou-se como um bom pretexto para que a burguesia se reorganizasse depois de tantos anos, mostrando que é a classe mais bem preparada para promover mudanças, como aconteceu com os caras-pintadas. As manifestações que começaram com o Movimento Passe Livre assustaram seus organizadores desde o início, quando alguns manifestantes estamparam em suas faixas: "Não é só pelos vinte centavos."

O MPL recuou, mas as manifestações mostraram que iriam muito além disso.

Com a chegada dos sindicatos, as manifestações finalmente assumem um caráter de Ordem e Progresso, melhor, sem precisar de nenhum político - até porque está cada vez mais perigoso para um político, sair às ruas, não é mesmo?

Atenção alunos de história, esta é a sua chance de documentar para a posteridade, com fotos, vídeos e registros, a verdadeira História do Brasil, mostrar que ela existe.

A presidente, assim como Lula e vários outros, mostraram que um presidente não tem forças, pior, que o sistema é totalmente controlado por banqueiros como SS, oligarcas com JS, e muitos corruptos que seria impossível listar nesse post.

Vejam quem está fazendo história nessa lista:

Sindicatos (CUT, Força Sindical, CSP-Caonlutas, Nova Central, UGT, CGTB e CTB)  e o MST - Movimento dos Sem Teto.

Reivindicações desta quinta-feira:

Desmilitarização da Polícia Militar, estatização das empresas de transportes, 10% do PIB para a saúde e educação, e a saída do senador Renan Calheiros (PMDB/AL, presidente do Senado), fim do fator previdenciário e dos leilões do petróleo e PL 4330/2004, projeto de lei que regulariza terceirizações, de autoria do deputado federal Sandro Mabel (PMDB/GO).

Participantes dos protestos:

Petroleiros, professores, bancários e servidores da saúde que aderiram à paralisação.

Uma das grandes preocupações típicas dos protestos, a paralisação dos serviços públicos, foi resolvida, mostrando que a organização das manifestações está melhorando.

As manifestações não terminam nessa quinta-feira, pelo contrário, esta é só mais uma das muitas batalhas para acabar com as brasas que queimam no purgatório desse Brasil.

Texto by Jânio

Fonte dos Dados: Estadão

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil


Postar um comentário