sexta-feira, 22 de março de 2013

Com pouca honra




Não está nada fácil promover mudanças no grito, nem mesmo as organizações obscuras de hackers tem conseguido muita coisa.

Lutamos tanto contra a censura na internet, mesmo assim, decisões foram tomadas sem o nosso consentimento.

No caso do Renan Calheiros, a briga está boa mas a cara-de-pau está falando mais alto. O perigo de que a sociedade abandone de vez a política, é muito grande.

Poucas pessoas acreditam no sistema político, participando ou arriscando ser candidatos. Denúncias, manifestações e cobranças podem se tornar cada vez mais raros, o crime pode estar a um passo de controlar tudo.

Um movimento obscuro tem sido detectado com o intuito de calar a voz da internet, censurando sites que critiquem de maneira direta o sistema, dando  nome aos bois. Com isso restarão poucos recursos com os quais possamos contar, entre eles está a TV, nossa grande inimiga, uma ferramenta mesquinha que trabalha descaradamente para o governo e que poderá voltar a ditar as verdades que lhe interessa sem dar a mínima para a lei.

Vai nos restar uma questão: Para que serve a honra?

Nossa história está repleta de fatos obscuros e é preciso pesquisar publicações de época que nem sempre são fáceis de encontrar, para que possamos descobrir de fato algumas verdades. A história recente do Brasil vai sendo escrita, filmada e editada pela TV, sem a mínima intenção de informar o que de fato ocorre, já que isso afetaria o principal patrocinador, o sistema político.

Renan Calheiros deu a volta por cima de todo um mar de m**** que ele fez e reapareceu no cenário político com estilo, no topo. Foi eleito indiretamente como um presidente, ou seja, exatamente como a política sempre foi no Brasil.

Através de Renan Calheiros, Paulo Maluf, José Sarney e tantos outros, descobrimos como esses políticos são úteis para o sistema, controlando as principais instituições do país, bem como projetos aos quais são destinados a maior parte do dinheiro brasileiro, dinheiro que inevitavelmente será desviado por empreiteiras, com a ajuda de consultores, lobistas e banqueiros corruptos.

Não, não dá mais para resolver tudo no grito, também não estamos dispostos a pegar as armas e promover uma revolução popular, então, vamos esperar para que alguma organização criminosa, com bandidos de verdade, e eu não estou falando de trombadinhas que assaltam velhinhas, decidam ir atrás de todo o dinheiro que já foi roubado. Vamos torcer para que essas organizações não façam acordões com os bandidos da política, porque só assim teremos uma sociedade normal, com criminosos assumidos e inteligentes, além de alguns mafiosos mortos, porque eu não aguento mais.

By Jânio

Renan Calheiros - a desgraça brasileira

A política torta do Brasil

Eu não acredito em teoria da conspiração

Mortes misteriosas de celebridades

Presidentes do Brasil

A história de José Sarney

PT acerta o próprio pé

Políticos com problemas na justiça

O massacre do sítio caldeirão

A crise da PPP

Ficha Limpa

Trinta anos de escândalos no Brasil


Postar um comentário