quarta-feira, 20 de março de 2013

Cabeça de político




A grande vantagem do povo ao enfrentar um sistema elitizado, é a vantagem de se poder acertar no cabeça.  Não é preciso ser um gênio para saber quem é o cabeça, o governo está cercado por líderes políticos que blindam o sistema, mesmo que alguém tenha de pagar caro por isso.

Esse é o caso de José Sarney que, mesmo diante de tantas denúncias na internet, sequer teve o pedido de CPI aprovado. Por muito menos, ministros caíram e políticos foram caçados, até o poderoso José Dirceu do PT caiu.

Um mafioso não precisa ser presidente da república para ter poder, com um simples mandato de deputado poderá controlar o país, bastando para isso tornar-se um presidente da câmara de deputados ou do senado, o que é a parte mais fácil quando se tem os donos do país ao seu lado, patrocinando até mesmo as redes de televisão.

Os próprios partidos podem indicar quem são as peças chaves, quando atacam pessoas importantes do governo ou oposição - pior para Demóstenes Torres.

Palocci, por exemplo, foi pego em uma cilada que armaram para ele, com a ajuda de um chacreiro. O tombo foi tão feio que o governo nem se preocupou em verificar se a história do chacreiro era verdadeira, talvez nem pudesse, depois de meter os pés pelas mãos.

Apesar dessa invulnerabilidade dos chefões da política, não é raro vermos alguns tendo de se explicar diante da justiça, graças à presteza de lobistas e corruptos que sabem o perigo que estão correndo e gravam todas as suas atividades criminosas. Foi assim que José Roberto Arruda caiu pela segunda vez, a primeira foi ao lado do poderoso ACM.

Durval Barbosa fez questão de montar uma equipe de tecnólogos para se proteger de futuras ameaças, caso não fizesse isso, sua proteção dependeria da polícia federal.

Com a ajuda da polícia federal, o governo teve a felicidade de ver o líder mais obcecado da oposição fora da política. Talvez ele ainda seja um funcionário público, mas dificilmente terá o poder de mexer com gente poderosa.

aAo contrário da esquerda que é unida na sujeira e na corrupção, a direita posa de bons meninos. É por isso que eles expulsam pessoas envolvidas em escândalos, protegendo-as de longe.

Outra diferença entre a esquerda e a direita é a sua frieza na hora de fazer a faxina na casa, escândalos da direita sempre são acompanhados de mortes inexplicáveis, testemunhas, policiais e até políticos que não seguem seus protocolos.

Alguns políticos poderosos conseguem cargos até quando não são eleitos, aliás, quando não são eleitos os cargos são até melhores.

Acima da esquerda e da direita, há um grupo restrito de  magnatas e banqueiros que controlam a todos. Na távola desses senhores feudais é decidido o destino de cada pessoa que possa ser humanamente rastreada.

Pessoas que se destacam em algumas áreas, logo tem uma cópia ilegal de suas fotos publicadas no salão de alguma sociedade secreta. Se as pessoas destacadas não forem úteis às sociedades em vida, logo serão depois de mortas.

By Jânio

Unanimidade política

Lista de presidentes e mortos

A farsa da falsa democracia

Filosofia anti-democrática

Maldita burocracia

Veneno Bipartidário

Corporativismo midiático

Políticos que apoiaram o golpe de 64

Cidades com mais homicídios no planeta

PT acerta o próprio pé

O jogo do poder

Uma vergonha para os corruptos brasileiros

Arquivo vivo pode ser preso

Policial federal é assassinado

Marcos Valério é preso novamente

Daniel Dantas - A história da corrupção

Trinta anos de corrupção

Lula para governador

Carlinhos Cachoeira - culpado útil

Demóstenes torres é flagrado pela polícia federal

Privataria tucana





Postar um comentário