quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Cenário decadente da sociedade na Terra



O Brasil sempre foi rico, e divulgar o PIB para uma população que não tinha acesso às informações, não era um problema. Hoje em dia, com tantos meios de comunicação, fica difícil explicar porque a sexta maior economia do mundo é, também, a nação com a pior distribuição de renda.

Em regiões como o Sudeste, a violência ficou concentrada em áreas específicas, como é o caso dos morros do rio.

Eu estava vendo a tentativa do governo em distribuir fundos sociais para as regiões mais pobres, onde o estado do Amapá teria 70% de sua receita a partir dessa ajuda do governo federal.

Lembrei-me do escândalo do Carlinhos Cachoeira, o garganta profunda, um corrupto que faz ameaças em público, desafia os políticos e ri do judiciário. Carlinhos Cachoeira se aproveitou da incompetência dos políticos em gerir investimentos e transformou o governo na sede de sua quadrilha.

Agora, a seca ameaça os EUA, a maior potência militar do mundo, um país que finge não acreditar nas mudanças climáticas e que pode ser o primeiro país a ser punido por agredir a mãe natureza.

... é, mas os EUA já preparam um plano B para toda essa decadência, um plano obscuro que as pessoas tremem só de imaginar o que seja. Será que o império americano vai reviver as glórias e desgraças do antigo império romano?

Nós brasileiros sempre fomos acomodados, não é a toa que as igrejas crescem tanto, apesar de sua audiência na TV ser pequena.

Na época em que o Brasil não representava tanta força, havia muita pressão internacional para que o país mudasse - como aquela vez em que José Sarney fugiu de um encontro de presidentes, só porque o colocaram junto aos países mais pobres.

É claro que ele não admitiu, já que o país sempre fora uma potência, com um PIB muito alto. O problema é que a importância do país aumentou, graças a crise mundial, e as superpotências dependem dos BRICS, MIST, etc.

Nunca na história desse país, tantas celebridades vieram fazer shows por aqui. Naturalmente, os shows concentram-se no eixo Rio-São Paulo, algumas vezes os artistas até aproveitam para ganhar alguns trocados fora da elite brasileira, em outras capitais.

Na época da Segunda Guerra Mundial, eram os artistas de Hollywood que conquistavam os brasileiros, ganhamos até uma grande usina metalúrgica novinha.

Antes, o mandato de um executivo político era de cinco anos, acharam que era pouco, agora, esses executivos tem direito a se reeleger - acho que eles nunca contaram com a vitória da esquerda, pior, vai ser difícil a direita ganhar outra eleição. Acontece que o populismo é geral, para pobres e ricos, o que deixa uma pergunta, para onde ia o dinheiro antes?

Os computadores complicaram a vida dos corruptos pequenos, complicaram a vida dos grandes também mas, no caso dos grandes, não há justiça suficiente para puni-los.

Nossos bilionários fazem doações para celebridades famosas, enquanto os bilionários americanos, como Bill Gates, concentram tanto dinheiro que não sabem o que fazer com ele.

Atividades que geram empregos, não dão lucros, e a concentração de capitais aumenta nos paraísos fiscais.

Como os governos estão devendo para os banqueiros, são eles que decidem os rumos de seus países. O Clube de Bilderberg poderá dar a sentença final para os problemas político-sócio-econômicos do mundo, fazendo o império romano parecer brincadeira de criança.

Eu estou achando a população americana bem mais acomodada do que seria de se esperar, é como se a cultura americana, TV e cinema, tivesse transformado os americanos em zumbis, como os brasileiros, apesar de que os americanos levam as teorias de conspiração bem mais a sério que nós.

As reações mais fortes tem sido entre os PIGS, Portugal, Irlanda, Grécia e Espanha, grupo de países mais afetados pela crise, onde os especuladores retiraram o que puderam. Quem não conseguiu resgatar seus investimentos, corre o risco de perder mais da metade do capital investido em títulos das dívidas públicas dessa economias falidas.

O Brasil não mudou tanto, não, o monopólio da globo agora depende de outras redes. Não dá para fazer uma denúncia na internet, sem que alguém bloqueio o post. Entretanto, numa coisa os otimistas do passado estavam certos, não dá para piorar.

O tal salário mínimo do mundo inteiro já começa a se aproximar do salário mínimo brasileiro, isso quer dizer que não teremos mais como  lavar privada fora do país, vamos ter de resolver os problemas por aqui mesmo.

A pior mudança foi na infra-estrutura, a partir de agora, teremos de aprender a lutar, atirar, saber sobre as leis e arranjar um bom advogado. Educação, saúde, segurança, tudo vai depender de cada um e a informalidade já começa a preocupar novamente o governo.

By Jânio

Lista de presidentes e mortos

A farsa da falsa democracia

Filosofia anti-democrática

Maldita burocracia

Veneno Bipartidário

Corporativismo midiático

Políticos que apoiaram o golpe de 64

Cidades com mais homicídios no planeta

PT acerta o próprio pé

O jogo do poder

Uma vergonha para os corruptos brasileiros

Arquivo vivo pode ser preso

Policial federal é assassinado

Marcos Valério é preso novamente

Daniel Dantas - A história da corrupção

Trinta anos de corrupção

Lula para governador

Carlinhos Cachoeira - culpado útil

Demóstenes torres é flagrado pela polícia federal

Privataria tucana


Postar um comentário