terça-feira, 6 de novembro de 2012

Hackers declaram guerra à Rússia



O grupo de hackers Ghostshell declarou guerra cibernética à  Rússia. No âmbito do projeto, apelidado ProjectBlackStar, o grupo planeja publicar dados secretos.

Entre as informações que o ghostshell pretende publicar, figuram "números de contas, senhas, endereços de e-mail e outros dados de instituições governamentais, políticas, educacionais, órgãos policiais, sistemas de telecomunicações, instituições médicas e grandes empresas", de acordo uma declaração do grupo.

Previamente, o GhostShell publicou 120.000 documentos das 100 melhores escolas do mundo, e no projeto fogo do inferno, cerca de um milhão de arquivos, incluindo os dados dos classificados de Wall Street e da CIA. Segundo o site "The Hacker News', GhostShell colaboram com o Anonymous.

Comentário: Que pena que a RT-TV não divulgou mais informações sobre os motivos das atividades desse novo grupo que eu confesso não conhecia. Talvez tenha sido pelo fato dessa notícia ser de última hora, ou seja, bem resumida, urgente.

No final do texto, é possível notar algumas atividades bem direcionadas, tendo como alvos Wall Street e CIA, além disso, o ataque ao governo russo deixa bem claro que eles não estão gostando da postura desse governo.

Finalmente, o fato de serem colaboradores do Anonymous, deixa bem claro o estrago que eles farão nas instituições russas.

Com isso, a ideia de provedores alternativos na Rússia  ou China, onde os internautas poderiam ficar longe da censura americana, vai por água abaixo.

Concluindo: Vamos ter de continuar sob a tutela dos americanos e torcer para que os banqueiros não mandem fechar os provedores da Amazon, o que acabaria com a maior maravilha do mundo moderno, a internet.

Comentário by: Jânio

Fonte: RT-TV

Anonymous atacam inteligência americana

EUA querem controlar a internet

Postar um comentário