quinta-feira, 12 de julho de 2012

Demóstenes Torres é cassado na CPI do Cachoeira




Depois de 188 anos de história, o Senado cassou o segundo senador, o primeiro foi Luiz Estevão, por ligação com o contraventor Carlinhos Cachoeira. Por 56 votos a 19, e cinco abstenções, o senador ficará inelegível até 2.027.

Assim como no caso de Luis Estevão e o Juiz Lalau, quem foi preso foi o Juiz, o senador só perdeu o mandato, tornando-se cartola de futebol. Nesse caso, quem foi preso foi o contraventor Carlinhos Cachoeira, enquanto Demóstenes Torres perde o mandato.

É bom recordar que Demóstenes torres posava de bom mocinho, atacava duramente os corruptos e criou uma rede de inimigos no senado, o mais perigoso deles certamente era José Sarney. Nem o poderoso José Dirceu resistiu ao seu "abuso" de poder, e foi engolido pela lama do submundo do poder.

Vale destacar que a auto-blindagem do partido deu resultado, assim como em outros casos, como José Roberto Arruda, o DEM partido de Demóstenes e arruda, forçou os candidatos a saírem, poupando o partido do constrangimento e das consequências desses escândalos.

A queda do senador chamou a atenção do país inteiro, pela maneira como o senador implorava para não ser cassado. Chegou a citar Cristo e Judas, pediu para que fosse julgado pelo judiciário, mas não teve jeito.

Os membros de seu ex-partido, continuam tentando em vão julgar políticos e funcionários ligados ao governo, mas sem nenhum sucesso.

O governo do PT, já em seu início, teve de se aliar ao PMDB, para conseguir a sua governabilidade. O partido que se orgulhava de ser de oposição, mudou de postura, com a presença de José Sarney, que sempre esteve no poder e que nunca deu a mínima para partidos ou ideologias.

Foi José Sarney quem declarou o resultado da  votação.

Com essa auto-blindagem, típica de direita política, o DEM vai tentando manter a imagem de bons moços. Por outro lado, a união dos políticos do PT e aliados vai perdendo o pouco de candidatos que ainda inspira confiança nos eleitores.

É uma pena que os eleitores ainda não estejam preparados para promover mudanças através do voto, dependendo de movimentos marginalizados. Luiza Erundina é lembrada como uma política que conseguiu desacreditar os institutos de pesquisas e chamou a atenção novamente, quando retirou seu nome da chapa petista, que insistia em fazer aliança com Paulo Maluf.

Os institutos de pesquisas são úteis para induzir eleitores que não querem "perder" o voto, a votarem errado.

É certo que não há políticos santos, mas os políticos brasileiros são um estado de calamidade pública.

By Jânio

Postar um comentário