quinta-feira, 28 de junho de 2012

Cadê os corruptos famosos



Um fato que ninguém pode negar, nessa CPI do Cachoeira, é que estamos passando por um momento de mudanças estratégicas na política brasileira. Alguém reparou a ausência dos famosos corruptos que frequentemente comandavam essas Comissões Parlamentares de Inquérito?

O único político conhecido que participa dessa CPI é Álvaro Dias - Senador e ex-Governador aposentado do Paraná - pelo menos dos que eu conheço e vi até agora. Enquanto o Governo se sente confiante, a ponto de não indicar nomes mais experientes, indiretamente desclassificando a CPI, a oposição segue o mesmo caminho, mas com um objetivo diferente, evitar o desgaste de nomes importantes de um grupo que já anda desfalcado.

Não é preciso ser especialista em política para saber que o governo tem o controle total do processo, transformando a CPI numa espécie de tablóide, com a presença até de um jornalista de fofocas. Quem realmente deveria falar, já decidiu que é melhor fazer uso da lei do silêncio, para não expor os políticos que estão por trás de tudo.

Segundo esses criminosos, seu silêncio deverá continuar até que tenham conhecimento de todas as provas que ainda não foram apresentadas - eu nem sei para que tanto medo, já que os dois lados estão envolvidos nos escândalos.

É tudo um jogo para saber quem vai ganhar mais para desistir do processo, uma grande perda de tempo para os eleitores, a não ser que você goste de realities onde alguém acaba levando uma grande "bolada" para casa.

A principal mudança que eu venho verificando até agora, é a direita que não se preocupa em proteger os seus mafiosos, com o objetivo de acertar o governo com mais força.  No caso do Governo, parece que eles estão se divertindo muito, desviando a atenção de mega empresas envolvidas no escândalo, para mirar o calcanhar de aquiles da oposição - eu sinceramente achei a privataria tucana muito mais interessante.

É claro que o governo teria muito mais a perder, isso se o sistema não fosse como nós sabemos que é. Se o governo tem mais força, mesmo tendo de se aliar com políticos como José Sarney e Paulo Maluf, quem acaba perdendo o jogo será sempre a oposição.

Políticos que ficaram para a história da corrupção, como José Roberto Arruda e Demóstenes Torres, acabam sendo entregues a justiça para livrar a oposição do vexame - PC Farias até morreu por isso, mas quando morreu não era oposição.

Se alguém é preso na direita política, deve ficar calado pois sempre haverá bons advogados para defendê-los, como Marcio Tomás Bastos, Tourinho Neto, etc.

No caso da esquerda, parece que eles nem estão se importando mais com isso, afinal, nossa sociedade elitizada dá mais valor ao dinheiro e dinheiro não falta para o governo, mesmo com tanta gente morrendo na saúde, transporte, segurança, etc.

Parece que a esquerda perdeu o sentido da lei e da ordem e, com tanto dinheiro, está disposta a comprar a elite da direita também.

By Jânio


Postar um comentário