sexta-feira, 29 de junho de 2012

Agências rebaixam bancos brasileiros



As agências de classificação ainda não aprenderam a lidar com a economia brasileira, o rebaixamento dos bancos brasileiros foi só mais um equívoco.

Segundo essas agências, os bancos teriam sido rebaixados porque seus investimentos concentram-se nos títulos da dívida pública brasileira, por isso precisavam ser corrigidos. Se o risco Brasil aumenta, aumentam também os riscos dos bancos - nota-se que as agências desconhecem os velhos esquemas financeiros por aqui.

A Moodys rebaixou: HSBC, BB, Votorantim, BBA, Itaú, Bradesco, Safra.

A encrenca sempre começa com o risco Brasil.

Acontece que não existe risco Brasil e o Brasil só não honrará seus compromissos se não quiser, o que demonstra a falta de confiança no caráter de nossos governantes.

Por mais que os títulos de nossa dívida continuem desvalorizados lá fora, por maior que seja o risco, a verdade é que os banqueiros e empresários ricos sempre continuarão acreditando no Brasil, pelo menos enquanto puderem continuar roubando. Além disso, nossos corruptos não trocam nosso país por nenhum outro.

As agências só servem para especular e conspirar contra, isso mostra porque elas não conseguem prever grandes crises, algumas verdades não são publicadas por nenhum relatório oficial ou extra-oficial.

O Banco Panamericano possuia atividades suspeitas, mas nunca ninguém soube de nada, até que fosse tarde demais.

Mesmo que essas agências tivessem informações importantes, essas informações só chegariam a público de pois de passar pelas mãos da elite capitalista.

By Jânio

Postar um comentário