quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Inconveniente simpatia



O mundo inteiro é controlado por instituições religiosas ou político-sociais: associações, sindicatos, clubes privados ou públicos, partidos políticos e até grupos empresariasis, esse o mais perigoso, como Bilderberg, Skull & bones, Organização Mundial do Comércio, ONU, etc.

Tudo segue um sistema clássico, se a ONU não é suficiente, cria-se uma OTAN, Organização do Tratado do Atlantico Norte, etc.

Em alguns casos, ninguém se importa sequer de assumir os seus objetivos publicamente, como é o caso do G7, G20, etc. Enquanto a África morre de fome, os fundos de organizações, como a ONU, são desviados para promover políticas americanas (guerra) no Oriente Médio.

Isso tem influência na vida de todas as pessoas, podendo provocar consequências sociais, econômicas ou religiosas.

Na época do Império Romano, César achava que deveria destruir as religiões e organizações dos supostos bárbaros, achava que qualquer organização constituiria uma ameaça ao poder do império.  Isso pôde ser verificado também a partir da Idade Média, quando houve escravidão e massacre dos índios e afros, durante o processo de colonização.

Para que o imperialismo fosse completo, era preciso criar uma idéia coletiva, convencer toda a sociedade com a ajuda das religiões, orgs, etc. Isso ainda ocorre nos dias de hoje.

Em uma realidade distorcida pelo pensamento sob encomenda, alguns países cujas ciências ocultas era uma cultura forte se desenvolveram e tornaram-se secretas.

A repressão  religiosa fez com que toda a cultura africana fosse banida da sociedade, porém ela sobreviveu, assim como a cultura indígena e as ciências ocultas deverão também sobreviver.

Em nosso cotidiano, é muito comum encontrarmos adeptos de ciências ocultas. O mais curioso é que nem mesmo eles sabem disso.

A simpatia é um bom exemplo disso, muitos a praticam, mas sequer conhecem o seu conceito.

Wikipédia: "Simpatia é uma forma de magia ou feitiçaria básica, extremamente ligada ao povo, normalmente de origem campesina e geração empírica. As simpatias são formadas da mesma substância da superstição e está intimamente ligada a esta.

O termo deriva de "simpático", no sentido de "semelhante", e baseia-se na idéia primitiva de causa/conseqüência não necessariamente interligadas de forma racional. Ou seja, se um fato A antecedeu um fato B então A torna-se a causa de B, mesmo que não haja qualquer conexão entre A e B. Por exemplo, se uma pessoa entrava em um bosque com o sol a pino e sofria um acidente e isso ocorresse mais de uma vez, surgia a superstição de que era perigoso entrar naquele bosque com o sol a pino. Mas se algumas pessoas entravam no bosque com o sol a pino e por acaso estavam utilizando uma peça de roupa vermelha, surgia a simpatia de colocar um pano ou outra peça vermelha nas pessoas que teriam de entrar no bosque naquela hora, isso com o propósito de proteção. A simpatia é usada por "bruxas" "ciganos"e principalmente por "jovens". Os jovens costumam fazer simpatias para aranjar namorado(A),afastar males etc..."

Determinados costumes sobrevivem justamente por fugirem ao nosso controle racional. Qualquer pessoa que diga que está usando a camisa da sorte, ou sapato da sorte, amuleto, etc., está assuminto o seu lado supersticioso, mas nem todos assumem isso racionalmente.

Quando se assume determinada condição, tudo o que acontecer a partir daí, atribui-se a determinado amuleto ou outra superstição qualquer. Uma pessoa que não assuma essa condição, pode entrar em choque, por não haver uma explicação adequada, racional, para determinado fato.

A pessoa passa então a negar esses fatos, passando a ser uma história de fantasmas, assombrações ou algo mais apropriado, mesmo sem que esses conceitos também sejam de conhecimento desses indivíduos.

Entre a benção e a maldição, o caminho é muito curto. Esse foi o caso de Ferrugem, o menino que não envelhecia.


É claro que há uma explicação, mas estamos longe de entendê-la ou merecê-la.

O pior dessa história é que em todas essas ciências, há o bem e o mal, negar tais culturas faz com que não haja um meio de resolver possíveis problemas, devido a falta de conhecimento nessas áreas.

Exemplo de simpatia: Wikipedia: "Simulação de características de animais ou plantas. Por exemplo, se um gato enxerga bem à noite, então um amuleto feito com os olhos de um gato, ou ao menos no formato de um olho de gato, poderá fazer seu portador ver bem na escuridão, tal como o gato."

Notem aqui que a crendice, a ciência oculta e até as técnicas motivacionais se confundem.

Acontece que a mente do homem possui poderes que ele jamais compreenderá, não enquanto tiver medo de si mesmo.

O medo é imposto pela sociedade, principalmente pelas instituições a serviço da elite que controla todo o povo. No fundo, tudo não passa de um jogo de poder.

Alguns remédios são feitos à base de plantas, cujas propriedades não são de interesse da elite.

As simpatias mais conhecidadas estão ligadas à: felicidade, amor, emprego, dinheiro, emagrecimento, etc. Note que nesses casos, verifica-se claramente os princípios de técnicas motivacionais, onde a pessoa passa a acreditar, tornando-se muito mais ativo, eficiente.

By: Jânio
Postar um comentário