quarta-feira, 31 de agosto de 2011

O site que sabia demais




Alguns sites na internet me deram um certo trabalho para encontrar, mas me serão muito úteis como fonte de informações.

São sites que servem como fontes de informações para os maiores meios de comunicação do mundo e, talvez até por isso, tenham inspirado Daniel Estulin em suas teses sobre conspirações e monopólio da informação.

Não são totalmente confiáveis, assim como nenhum é, o que é mais um motivo para sermos cada vez mais críticos, defendendo nossos pontos de vista e - Porque não? - nossos interesses.

Veja a lista:

Aljazeera - Durante muito tempo, os impérios, americano e russo, tornaram o Oriente Médio e boa parte do resto do mundo, quase inabitáveis, com suas guerras e testes de novas armas. Nesse período, uma rede de tv árabe abriu as janelas da informação para o mundo, mostrando que havia vida inteligente por lá, que havia vida.


Wikileaks - Até Daniel Estulin criar suas teorias, o Wikileaks era unanimidade na internet. Continua sendo uma das melhores fontes de informações do mundo, mesmo merecendo atenção, afinal, como disse o próprio Estulin, noventa por cento do que acontece no mundo, está sendo divulgado por lá.

Não dá para negar que houve uma certa mudança no mundo, quando o assunto é informação, mas devemos estar atentos, dez por cento das informações que nos são negadas é equivalente aos dez por cento da sociedade que controla noventa por cento das riquezas, e isso não é bom.


Bilderberg Meeting - Foi o próprio Estulin, especialista em Clube de Bilderberg, que começou a investigar um grupo de bilionários que patrocinava o noliberalismo, globalização.

A Globalização possibilitaria que seus capitais migrassem de país para país, especulando e levando boa parte de suas riquezas.


Agência Brasil - Um dos grandes problemas para se criar artigos nacionais são as imagens, onde um grupo detém o monopólio das mídias nacionais, tanto de notícas quanto de imagens.

Quando o assunto é política, você pode procurar imagens a partir da Agência Brasil, uma agência que pertence ao Governo, aos políticos, e quando se trata de políticos, não tenha pena.


Daniel Estulin - Daniel Estulin não é nenhuma agência de notícias, portanto não é uma grande fonte de informações, mas como o objetivo dele é acertar os cabeças, sempre vale a pena conferir o que ele tem a dizer.

Depois do Clube de Bilderberg, agora chegou a vez do Wikileaks, um site patrocinado por grandes empresas que durante muito tempo teve o controle das informações, e que agora ameaça controlar a informação da internet, o que é muito mais perigoso.


By Jânio
Postar um comentário