segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Anorexia - Uma doença perigosa



Uma doença que tem crescido e preocupado muito a sociedade é a anorexia nervosa. Esse crescimento se deve muito a imposição de novos padrões de beleza.

As jovens adolescentes, cerca de 90% são mulheres, com tendência à transtornos obsessivos compulsivos, perfeccionistas, são as maiores vítimas.

Entre 15 e 25 anos, foi constatado que essas jovens anoréxicas são perfeccionistas nos estudos e com a aparência, o que leva a conclusão que há problemas emocionais envolvidos. Naturalmente, essas jovens necessitam, além de tratamento e acompanhamento médico, acompanhamento familiar, social.

Mesmo depois de superado o problema, há risco de uma recaída.

As pesquisas revelaram ainda que essas jovens tem tendência à busca de padrões e observam comportamento de autoridades.

Em casos mais graves, começam a desenvolver a bulimia e podem se tornar suicidas em potencial.

O que espanta mais os pesquisadores, é a alta taxa de mortalidade que pode variar de 10 a 20%.

A anorexia pode provocar a perda de até 85% do peso normal de uma pessoa, além de afetar todo o seu desenvolvimento orgânico, mesmo que a doença seja tratada.

Essa doença pode ser dividida em três principais tipos:

Anorexia - Provocada pela perda de apetite, devido a problemas de saúde, como tuberculose, sífilis, dengue, etc.

Anorexia nervosa - Quando a pessoa tem apetite, mas se recusa a comer.

Anorexia alcoólica - Nesse caso, a bebida funciona como um inibidor de apetite.
Wikipedia: "Anorexia ( An sem + Órexis apetite) é a perda ou ausência de apetite, também usada como sinônimo de hiporexia, diminuição do apetite. Não deve ser confundida com anorexia nervosa, que é um transtorno alimentar em que ocorre recusa constante de alimentos mesmo quando se sente fome. A diminuição do apetite pode ser sintoma de infecções como tuberculose, sífilis e dengue, de transtornos psiquiátricos como depressão nervosa, distimia e transtorno de ansiedade generalizada ou de medicamentos como antidepressivos, metanfetaminas e opiáceos."

Fonte: Wikipedia

By Jânio

Postar um comentário