domingo, 31 de julho de 2011

Os donos da dívida americana



Uma grande questão levantada pelo site RT-TV, e que rendeu muita discussão, foi a respeito da dívida dos EUA.

Tudo começou com a reportagem mostrando quem são os verdadeiros donos da dívida americana. A reportagem da rede de TV espanhola afirma que os maiores credores dos americanos, são eles mesmos, seus banqueiros e empresários.

A mesma coisa aconteceu no Brasil, quando o governo decidiu trocar a dívida externa pela dívida interna. A diferença é que os americanos não estão acostumados a viver como os escravos brasileiros.

Entre as opiniões no site da RT-TV, foi possível verificar tudo, da direita, passando pela esquerda, adeptos de chaves, comunistas, etc.

Fica difícil saber qual será o futuro da economia dos EUA, o que os republicanos estão planejando.

Nos comentários, pelo que eu pude entender, foi mencionado o assassinato de John Kennedy, um democrata que tinha idéias revolucionárias.

John Kennedy era maior que o próprio partido, entre suas idéias estavam uma trégua com os russos, isso em plena Guerra Fria; guerra contra as organizações secretas e o mais polêmico, uma moeda mais americana e menos universal.

Parece que, desde aqueles tempos, o Clube de Bilderberg já tinha intenção de governar o mundo, e era importante que o dólar reinasse absoluto.

Ninguém tem dúvida que estamos muito próximos do apocalipse econômico, apocalípse que levará os EUA e toda a Europa.

Eu vou repetir, aqui, toda a ladainha de sempre, desde o inicio da crise mundial, observando esses vários comentários e dados novos.

Temos boas e más notícias, eu dizia, a boa notícia é que a crise não é nada mais que um ajuste econômico ao que antes estava errado, fora de lugar. A má notícia é que o mundo inteiro vai viver na miséria e na pobreza, como nós, os escravos brasileiros.

Notem que o império brasileiro passou por tudo isso: Liberdade em relação ao sistema econômico, com mais liberdade ao Banco Central; Centralização do poder, contrariando a lógica de gestão pública; um retorno ao processo de estatização, contrariando e negando o sistema de privatização, etc.

O Brasil é o único país autosustentável do mundo, mesmo com uma distorção bizarra no câmbio e na taxa de juros, consegue se sustentar e dar tranquilidade para que os ladrões continuem agindo.

Algumas pessoas acham que a crise num sistema capitalista é inevitável, assim como o capitalismo quebrou o comunismo, tudo em nome da elite. Se não for possível viver sem sermos controlados por sistemas, então estaremos sempre sujeitos às crises.

Não se pode odiar os americanos, pelo menos não os europeus e os países que dependem de sua política internacional. Esses terão que torcer para que os americanos consigam sair dessa situação o mais rápido possível.

Se os americanos estão devendo para si mesmos, o ajuste será mais rápido e menos traumático para o povo. Resta saber como ficará a cabeça de Obama, que está entre a espada, o fogo, as bombas, a facada nas costas, etc.

Ele faria o que "eles" querem, isso se ele soubesse, mas não há mais saída. Obama será atacado por todos os lados e ainda perderá o apoio popular, com a lei anti-imigração.

Detalhe: Os EUA ainda detem o poder, com o melhor exércio e as melhores armas.

Lista dos donos da dívida:

Russia: 115 Bilhões e 200 milhões de dólares.

Hong Kong: 121 bilhões e 900 milhões de dólares.

Entidades bancarias do Caribe: 148 bilhões e 300 milhões de dólares.

Taiwán: 153 bilhões e 400 milhões de dólares.

Brasil: 211 bilhões e 400 milhões de dólares.

Países exportadores de petróleo: 229 bilhões e 800 milhões de dólares.

Fundos de inversão: 300 bilhões e 500 milhões de dólares.

Bancos comerciais: 301 bilhões e 800 milhões de dólares.

Fundos de pensões: 320 bilhões e 900 milhões de dólares.

Fundos de inversão do mercado financeiro: 337 bilhões e 700 milhões de dólares.

Reino Unido: 346 bilhões e 500 milhões de dólares.

Fundos de pensões privados: 504 bilhões e 700 milhões de dólares.

Governos estaduais e locais: 506 bilhões e 100 milhões de dólares.

Japão: 912 bilhões e 400 milhões de dólares.

Hogares de EE. UU.: 959 bilhões e 400 milhões de dólares.

China: 1,16 trilhão de dólares.

Departamento ddo Tesouro dos EE. UU: 1.63 trilhão de dólares.

Fundo de Seguridade Social de Fundos Fiduciarios de EE. UU. (Social Security Trust Fund): 2,67 trilhão

Fonte: RT-TV
Postar um comentário